Energia solar – conceitos básicos

Ver a energia do sol sendo aproveitada para produzir eletricidade através de painéis solares é algo que julgamos fascinante.

O sol é uma fonte inesgotável de energia, e seu uso para produzir eletricidade oferece vários benefícios, diminuição na conta de energia, criação de empregos, além de inúmeras melhorias para o meio ambiente, porque é uma fonte de energia limpa.

O sol, além de fornecer calor e luz, também causa o vento que sentimos aqui na Terra. Os ventos são criados quando várias camadas da atmosfera absorvem diferentes quantidades de calor e, portanto, se expandem de maneira diferente. Isso cria regiões de pressão mais baixa e mais alta, resultando em massas de ar que circulam no nível do solo e em altitudes mais altas.

A energia solar também é responsável por combustíveis fósseis, como petróleo e carvão. Essas substâncias são o resultado de grandes massas de matéria vegetal em decomposição, que durante sua vida útil absorveram energia solar. Os combustíveis fósseis são meramente reservas concentradas que esses materiais tinham enquanto estavam vivos.

Como ter acesso a energia solar?

Energia solar
Energia solar – conceitos básicos Foto – Pixabay

Existem várias possibilidades de ter acesso direto à energia solar fotovoltaica, tudo depende do uso que queremos oferecer (para nossas casas, escritórios, aplicações agrícolas e muito mais) e a opção financeira que melhor se ajusta ao nosso orçamento. Desta vamos nos concentrar nas duas modalidades mais populares para uso residencial (e em um post futuro discutiremos opções financeiras).

Perguntas frequentes sobre painéis solares

A energia solar tornou-se a fonte de energia renovável em maior crescente, com mais consumidores do que nunca optando por gerar sua própria energia elétrica.

Vamos responder algumas das mais comuns dúvidas deste tema, assim você vai descobrir que a energia solar pode ser a fonte certa de energia renovável para sua casa.

  1. O que é energia solar? A energia solar é a eletricidade gerada pelo uso da tecnologia fotovoltaica solar (PV), que transforma raios solares em energia elétrica limpa.
  2. Como funciona um sistema fotovoltaico solar? Os sistemas fotovoltaicos solares apresentam um conjunto de células que contêm um material fotovoltaico solar que pode converter a radiação do sol em eletricidade de corrente contínua (CC).Após essa geração em corrente contínua, normalmente, usa-se um conversor para corrente alternada para devolver excedente a rede da concessionária.
  3. Quantos painéis solares minha casa precisará? Quanto mais painéis solares você instalar, mais energia você irá produzir, isso é fato. Mas para definir quantos painéis são necessários é fundamental que o consumo do último ano seja avaliado juntamente com possíveis alterações de consumo na residência, tais como instalações previstas de condicionadores de ar, compra de freezer, novos moradores, enfim, qualquer alteração de consumo prevista deve ser comunicada a empresa que está te auxiliando neste processo de implantação.
  4. Como a energia solar beneficia o meio ambiente? É uma fonte renovável de energia; portanto, ao contrário do carvão e do petróleo, não vai acabar. Além disso, a energia solar é ecológica correta porque não gera gases de efeito estufa, não necessita de áreas alagadas para represas, entre outras inúmeras. As tecnologias de energia renovável ajudarão você a reduzir sua pegada de carbono, o que significa que você estará contribuindo pessoalmente com o meio ambiente.
  5. Preciso de bateria para o sistema solar? Caso opte pelo sistema off-grid (sem ligação com a rede da concessionária de energia) sim você necessitará de bateria para que possa ter energia nos momentos onde não tem raios solares. Mas atualmente os projetos praticados em sua maioria são os on-grid, ou seja, ligados à rede, e nestes você não necessita de bateria, a rede receberá o excedente de energia que sua instalação gera nos momentos em que tem raios solares e de noite você irá consumir a energia da concessionaria. Para isso seu relógio medidor irá mensurar toda energia que coloca na rede e toda energia que usa da rede, a cobrança será a diferença do utilizado menos o consumido mas a taxa mensal de manutenção da rede/instalação.

Um Guia de Vida Sustentável para Locatários e Inquilinos

Todos nós queremos fazer tudo o que pudermos para reduzir nossas pegadas de carbono e viver uma vida mais sustentável, mas isso pode parecer difícil, se não impossível, quando você não possui sua casa ou apartamento.

Pode parecer que as opções disponíveis para os proprietários simplesmente não existem para os locatários. Instalando isolamento, montando painéis solares ou substituindo suas janelas? Provavelmente não é uma opção para o seu apartamento alugado na cidade grande. Em geral, pode parecer que você não tem controle sobre o seu espaço quando está em uma situação de aluguel.

Sustentabilidade em ambientes para locatários e inquilinos

casa sustentável
Um Guia de Vida Sustentável para Locatários e Inquilinos Foto – Pixabay

Os inquilinos nas propriedades de aluguel têm pouco controle sobre a alteração do espaço em que vivem.

Quando se trata de sustentabilidade, no entanto, há muito que pode ser feito como locatário para reduzir o impacto no planeta e contribuir positivamente para a sociedade.

Certamente, os locatários podem não ser capazes de instalar energia solar ou viver completamente fora da rede, mas coletivamente, os esforços individuais, mesmo que pequenos, ainda representam uma grande diferença.

Esteja você alugando um quarto ou todo um imóvel para alugar, eis algumas dicas para ajudar você a ter uma vida mais sustentável.

  1. Mudar paralâmpadas economizadoras de energia – Mudar para lâmpadas economizadoras de energia das incandescentes padrão economiza de 25 a 80% no uso de energia.
  2. Atualize as instalações sanitárias– Considere mudar as cabeças dos chuveiros e pias para instalações de baixo fluxo. Esses equipamentos economizam o uso da água enquanto os hóspedes/locatários tomam banho ou usam a pia sem afetar a pressão da água.
  3. Escolha aparelhos com eficiência de energia– Embora possa ser proibitivo para os proprietários de apartamentos fazer isso casualmente, se você já estiver reformando a cozinha, o banheiro ou as instalações de lavanderia do seu apartamento, considere instalar aparelhos com economia de energia durante a reforma.
  4. Use suprimentos de limpeza naturais– considere comprar suprimentos de limpeza naturais ou à base de plantas (em vez daqueles feitos com produtos químicos agressivos) para manter seu apartamento e fornecer aos seus convidados.

5.Plante um jardim: As plantas da casa são um ótimo começo, mas você pode dar um passo adiante se tiver um quintal. Como sabemos, o plantio de árvores ajuda a converter todo esse CO2 em um ar doce e respirável. Além disso, se você iniciar uma horta, suas plantas poderão ajudar a alimentá-lo.

Vive em um apartamento? Um pequeno jardim de ervas da janela é um ótimo lugar para começar e pode parecer bonito para arrancar.

  1. Considere a compostagem: Para aqueles com espaço ao ar livre, considere uma caixa de compostagem para o desperdício de alimentos. Em vez de colocar as cascas de ovos e restos de vegetais na lixeira, colocá-las em um composto ajudará a reduzir o aterro e a gerar alguns fertilizantes importantes para alimentar suas plantas.

7.Invista em produtos mais ecológicos: Se você precisar comprar aparelhos para alugar, opte por modelos mais eficientes em termos de energia. Quando se trata de produtos de linha branca, como máquinas de lavar e geladeiras, o aparelho deve ser fornecido com um adesivo de classificação de eficiência de energia para ajudar você a entender quanta energia é consumida.

Há ainda outras ideias como:

Instale um chuveiro com eficiência de água

Um chuveiro eficiente em termos de água usa 40% menos água, o que economiza água, energia e dinheiro. A lei é ambígua se você pode ou não fazer isso sem a permissão do proprietário, portanto, mantenha o chuveiro original para poder reinstalá-lo quando se mudar, se necessário. A substituição gratuita de chuveiros antigos, com chuveiros que economizam água.

Colete água da chuva para o seu jardim

Desde um balde sob um buraco de ferrugem na calha até um barril de chuva grande e portátil da loja de ferragens local, existem muitas maneiras de os locatários economizarem água.

Também é visível que muitos locatórios querem morar em uma comunidade que tenha um impacto positivo no meio ambiente, uma construção construída com materiais recuperados, que reduz o consumo de energia e o desperdício.

Eles vivem vidas mais saudáveis, comprando produtos de origem local e se exercitando, meditando, tornando-se veganos e escolhendo produtos de comércio justo, apesar dos custos mais altos. Eles se sentem mais integrados à sociedade e isso leva à decisão de alugar em prédios verdes.

O tipo de mundo em que quero viver

O tipo de mundo onde buscamos viver não precisa ter tantas condições externas que influenciam o nosso modo de viver. Mas uma mudança de atitude perante a vida e os seus desafios já pode fazer a diferença.

  1. Procure amar, não controlar os outros.
    Deixar de buscar poder sobre as pessoas e os resultados de sua vida é o primeiro passo importante para viver em paz. Tentar controlar as pessoas é tentar impor sua vontade e realidade aos outros sem parar para ver o lado deles. Uma abordagem de controle dos relacionamentos manterá você em conflito com os outros. Substituir a vontade de controlar por uma abordagem ampla de amar os outros, incluindo suas falhas e diferenças, é o caminho para uma vida pacífica.
  2. Encontre sua paz interior

Pelo menos uma vez por dia, passe dez minutos em um local tranquilo, como debaixo de uma árvore com sombra ou no parque, em qualquer lugar onde você possa sentar-se em silêncio, sem distrações. Sem paz interior, você se sentirá em constante estado de conflito.

Tentar encher sua vida de posses ou melhorar sua escalada social sem parar para valorizar seu valor interior o deixará perpetuamente infeliz. Quando estiver com raiva, encontre um lugar calmo e agradável para parar, respire fundo e relaxe. Desligue a TV e o computador. Saia para a natureza, se possível, ou faça uma boa caminhada. Coloque uma música suave ou apague as luzes. Quando você se sentir calmo novamente, levante-se e continue com sua vida.

  1. Modere suas convicções.

Pensar e manter opiniões sem considerar os pontos de vista dos outros é uma maneira de viver uma vida sem paz. Esse tipo de pensamento extremista geralmente leva a um comportamento reativo, apressado e dirigido que carece do benefício da reflexão. Essa abordagem pode facilmente levar você a um conflito quando outras pessoas não concordam com suas convicções. Mantenha a mente aberta e pronta para revisar sua compreensão. É mais gratificante porque você crescerá como pessoa e viverá em maio harmonia com as pessoas a sua volta.

  1. Seja tolerante.

A tolerância em tudo o que você pensa e faz fará a diferença em sua vida e na vida dos outros ao seu redor. Tolerância para com os outros é apreciar a diversidade, a pluralidade da sociedade moderna e estar disposto a viver e deixar que outros vivam também. Quando você falha em tolerar as crenças, modos de ser e opiniões dos outros, o resultado final pode ser discriminação, repressão, desumanização e, finalmente, violência.

  1. Seja paz
mundo
O tipo de mundo em que quero viver Foto – Pixabay

Uma pessoa pacífica não usa violência contra outra pessoa ou animal (que também inclui pequenos insetos desagradáveis). Embora exista muita violência neste mundo, escolha não deixar que a morte e o assassinato façam parte da sua filosofia de vida.

  1. Reflexão do pensamento.

Se alguém lhe machucar física ou mentalmente, não reaja com raiva ou violência. Pare e pense. Reflita e responda sem raiva. Ou fique em silêncio.

  1. Busque perdão, não vingança.

Viva o presente, não o passado. Pensar naquilo que deveria ter sido e reviver feridas passadas manterá viva a negatividade do passado e trará constantes conflitos internos. O perdão lhe permite viver no presente, olhar para o futuro e deixar o passado se acalmar suavemente. O perdão é a vitória final, porque permite que você aproveite a vida novamente, fazendo as pazes com o passado.

  1. Viva em alegria.

Escolher ver as maravilhas do mundo é um antídoto para a violência. É difícil ser violento contra aquilo que você considera bonito, maravilhoso, maravilhoso e alegre. O maior desespero decorrente das guerras vem da destruição da inocência, beleza e alegria. A alegria traz paz à sua vida, porque você está sempre preparado para ver o que é bom nos outros e no mundo, e ser grato pelos aspectos maravilhosos da vida.

  1. Seja a mudança que você deseja ver no mundo.
mundo
O tipo de mundo em que quero viver Foto – Pixabay

A violência começa com a aceitação de sua possibilidade como solução. É dentro de si que você precisa parar a violência e tornar-se pacífico. Mude-se antes que você possa mudar o mundo. No final das contas, viver em paz será sua própria escolha consciente. Você é livre para escolher seu próprio caminho, mas, seja lá como for, lembre-se de que todas as suas ações afetarão as pessoas ao seu redor.

  1. Acalme sua mente

Seja uma pessoa experiente da paz ou um jovem aspirante a fazer uma mudança, é sempre bom começar por si mesmo. Acalmar sua mente irá ajudá-lo a ser mais paciente. Ajudará você a estar presente para aqueles que mais precisam de você. Isso ajudará você a se envolver com pessoas desafiadoras. Vai aprimorar sua intuição. Isso permitirá que você modere sentimentos de raiva e outras emoções fortes quando elas surgirem. Isso lhe dará mais informações para analisar questões complexas associadas a conflitos e desigualdades. Isso o ajudará a ser mais focado e criativo em seus esforços para construir a paz.

  1. Simplifique sua vida

Viver uma vida simples ajudará a limpar sua mente. Você terá menos distrações e poderá concentrar-se em encontrar maneiras de resolver um problema (ou assuntos) de seu interesse. Isso o ajudará a viver sua vida com intenção. E com um estilo de vida minimalista, você reduzirá sua pegada de carbono. Isso é um bônus!

Essas foram algumas ideias que você pode considerar.  Deixe de lado compromissos sociais que não são significativos para você. Aprecie as coisas simples da vida. Desapegue-se da ideia de que você precisa estar “ocupado”. Reduza a desordem física e mental, deixe as distrações desaparecerem e foque no que é importante para você

Abrace o tempo quieto. Observe suas emoções. Passe algum tempo na natureza. Esteja atento ao seu consumo de mídia. Respire. Encontre e use práticas contemplativas que funcionem para você

Copos reutilizáveis: iniciando um hábito sustentável

Os benefícios dos copos reutilizáveis podem não ser um conceito totalmente novo. Mas cada vez mais vemos noticiários falando da importância de reutilizar os objetos de forma geral.

Vamos explorar nesse texto a importância de inserir esse hábito em nossa rotina.

  • 1) Reutilização – Os benefícios dos copos reutilizáveis  significa que você pode enchê-lo com sua bebida, lavá-lo e enchê-lo novamente sem necessidade de descartar. Você nunca precisa se preocupar com a degradação dos copos ou jogá-los fora.
  • 2) Sustentabilidade – Como você não joga fora os copos descartáveis diariamente está criando um impacto mais positivo no meio ambiente. Ao usar um copo reutilizável vai auxiliar na sustentabilidade do meio ambiente.
  • 3) Personalização – Você pode desfrutar de um lindo copo de vidro com um design que não nos copos descartáveis.

Então, por que exatamente as pessoas estão mudando para copos de vidro reutilizáveis? O que está acontecendo com os copos descartáveis ​​de papel e plástico que vemos em quase todos os cafés e restaurantes de fast food?

Bem, a resposta é simples: as pessoas estão começando a perceber que o impacto dos copos descartáveis ​​no meio ambiente é bastante devastador.

Para ajudar a enfrentar essa crise maciça de copos descartáveis, os benefícios dos copos reutilizáveis ​​são uma solução prática que contribui para a sustentabilidade. De fato, as vantagens positivas para copos de vidro reutilizáveis ​​são muitas.

Copos de café descartáveis ​​e recicláveis ​​versus reutilizáveis

Copos reutilizáveis
Copos reutilizáveis: iniciando um hábito sustentável Foto – Pixabay

Embora alguns copos possam ser recolocados na cadeia de papel, eles ainda são de uso único. Esses copos são um enorme fardo para o planeta.

Obviamente, outra solução credível para o local de trabalho é a boa e velha caneca de porcelana. A pergunta que fica é Investir em um copo ou garrafa reutilizável realmente reduzirá sua pegada ambiental?

Esta é uma pergunta válida e houve confusão em torno deste tópico, pois existem muitas opiniões diferentes.

O BÁSICO DA COMPARAÇÃO DE USO ÚNICO VS REUSÁVEL

Antes de responder a qualquer pergunta é importante entender por que isso é um debate. Opiniões variadas sobre se os copos descartáveis ​​são piores ou melhores para o meio ambiente do que as alternativas reutilizáveis ​​resultam de comparações injustas.

 

Tipos – diferentes tipos de copos descartáveis ​​(papel, plástico, isopor) têm impactos variados. Da mesma forma, os copos reutilizáveis ​​também. Isso torna difícil fazer declarações gerais como “todos os copos descartáveis ​​são piores que as alternativas reutilizáveis” mas na maioria das vezes a afirmação faz sentido?

  1. Foco– você pode pintar uma imagem diferente, dependendo do aspecto do impacto ambiental em que está se concentrando. Uso de energia, uso de recursos naturais, poluição e emissões, são apenas algumas das diferentes áreas que você pode comparar. Para ser justo, você deve considerar o impacto ambiental completo de descartável e reutilizável, não apenas um aspecto.
  2. Outros– Outras variáveis, como a tecnologia usada para fabricar o copo ou quanto tempo viajou para chegar ao local de venda, também alteram o impacto ambiental.

Eles são indicadores-chave de impacto ambiental

Existem várias variáveis ​​para comparar quando se trata de classificar o impacto ambiental geral de um produto. Aqui estão as três principais áreas e algumas das considerações de cada uma:

  • Produção– O que é preciso para fabricar o produto
    • Insumos de energia e recursos naturais
    • Transporte de matérias-primas e produtos acabados
    • Emissões e outros poluentes da fabricação
  • Uso– Como o uso do produto afeta os seres humanos ou o meio ambiente
    • Impacto na saúde humana
    • Vida útil do produto
    • Impacto ambiental do uso (se houver) – exemplo: lavagem de copos reutilizáveis
  • Pós-uso– Como o descarte do produto afeta o meio ambiente
    • Poluição do meio ambiente natural
    • Emissões de descarte (gases provenientes de decomposição em aterros ou incineração)
    • Custo da reciclagem

(Acho que toda essa parte acima deveria ser substituída por uma analise mais utilizada/validada e citar que existem outras linhas de raciocínio, não vejo nossos leitores se interessando em fazer uma analise dessas…..)

Você sabia?

Copos reutilizáveis

  • Os copos de papel não são recicláveis ​​devido ao revestimento plástico e à contaminação do café? Alguns copos não tem esse revestimento, possuem uma resina biodegradável, acho que aqui vale colocar “a maioria”.
  • A grande maioria dos copos e tampas descartáveis ​​vendidos em cafeterias acaba chegando ao aterro sanitário.
  • Apenas 1-2% dos clientes da Starbucks trazem seu próprio copo, mesmo com um incentivo de 10 centavos de desconto.

Por isso, a medida que nos tornamos cada vez mais conscientes desse impacto ambiental, muitos de nós passamos optar por um copo reutilizável.

Troque seu copo descartável por um copo reutilizável

Se todos usassem sua própria xícara de café reutilizável, não teríamos tanto problema.

Agora existem inúmeros tipos e estilos de copos reutilizáveis ​​para se adequar ao seu gosto. Isso inclui variedades de plástico duráveis, vidro ou cerâmica em praticamente qualquer combinação de cores. Se preferir, pegue uma xícara ou caneca do armário da cozinha de casa.

 

 

Presente Diy fáceis para impressionar a todos

Quando um presente é feito à mão ele tem um significado especial. Isso mostra que você gastou tempo e se esforçou para criar algo verdadeiramente extraordinário. Dê simples presentes a vasos de plantas, há muitos presentes criativos para todos – incluindo melhores amigos, avós, pais e anfitriões de festas.

Em sua essência, presentear é a prática de transformar sentimentos como amor, carinho, apreciação e orgulho em lembranças físicas. É uma das poucas oportunidades de transmitir aos que gostamos o quanto realmente os amamos. Vamos conferir algumas dicas de presente fáceis para impressionar a todos?

Realmente às vezes, o melhor presente é aquele que você cria! Encontramos várias ideias criativas e divertidas para presentes que você pode fazer em casa.

Não há necessidade de habilidades ou ferramentas especiais de artesanato – essas ideias são fáceis de fazer.

Você já teve dificuldade em encontrar um presente para alguém especial? Confira as ideias abaixo, porque encontramos ótimos presentes para aqueles que são difíceis de comprar para a sua vida.

Espelho com fita wischi

Presente Diy fáceis
Presente Diy fáceis para impressionar a todos Foto – Mercado Livre

Adicione personalidade a um espelho comum usando fita washi. Escolha algumas cores e depois mergulhe a fita em um padrão consistente ao redor do espelho.

Velas De Leite Caseiras

Presente Diy fáceis
Presente Diy fáceis para impressionar a todos Foto Revista Artesanato

Faça uma vela de leite cremoso com um aroma doce. Aromas derretidos como lavanda e baunilha podem ser adicionados. Encha potes ou suportes de vela peculiares para decoração decorativa.

Placa Decorativa

A decoração personalizada da parede para cozinhas, salas de estar e quartos cria presentes verdadeiramente criativos. Escolha uma citação ou frase e adicione imagens para acompanhar.

Sacola De Tecido

Presente Diy fáceis
Presente Diy fáceis para impressionar a todos Foto – BR Artesanato

Costure uma sacola para carregar livros, revistas ou artesanato. Escolha um tecido que combine com o estilo da pessoa para quem você está presenteando.

Almofada personalizada

Presente Diy fáceis
Presente Diy fáceis para impressionar a todos Foto E-camisetas

Personalize um travesseiro de acordo com o estilo da pessoa que está presenteando. Escolha uma almoda e adicione fotos para um toque pessoal.

Kit Terrário

Presente Diy fáceis
Presente Diy fáceis para impressionar a todos Foto – Mercado Livre

Terrários vêm em várias formas e tamanhos. Crie um kit de terrário de plantas para um irmão ou colega de trabalho, incluindo uma jarra, solo, pedras e plantas. Dessa forma, eles podem personalizar a casa de suas plantas.

Cabide Floral

Presente Diy fáceis
Presente Diy fáceis para impressionar a todos Foto – Mercado Livre

Crie um cabide personalizado, aderindo ao papel de embrulho floral. Pinte os botões e a borda em uma cor complementar.

Caderno Personalizado

Presente Diy fáceis
Presente Diy fáceis para impressionar a todos Foto – Elo7

Para um amigo que adora escrever e anotar memórias, personalize um diário que ele mantenha suas anotações. Adicione palavras e frases à capa que as inspirará.

Moldura De Arame

Presente Diy fáceis
Presente Diy fáceis para impressionar a todos Foto – Varanda de Casa

Crie um quadro de imagem único, onde muitas fotos podem ser penduradas. Prenda o fio em uma moldura antiga ou em uma janela. Recorte fotos com prendedores de roupa para personalizá-lo ainda mais.

 Calendário Anual

Presente Diy fáceis
Presente Diy fáceis para impressionar a todos Foto – Professora Tati Simões

Crie um calendário anual ou planejador diário on-line para um presente de feriado. O Canva é um site que oferece vários modelos diferentes para você escolher e você pode personalizar seu calendário da maneira que desejar.

A versão básica do Canva é gratuita, mas você precisará gastar um pouco de dinheiro para imprimir e encadernar o calendário.

Caneca de café personalizada

Há sites que permitem criar suas próprias canecas de café personalizadas para dar de presente. Você pode fazer o upload de logotipos, citações inspiradoras e até fotos de família para criar sua caneca.

Velas

Presente Diy fáceis
Presente Diy fáceis para impressionar a todos Foto – Amazon

Velas perfumadas são um presente fácil e acessível. Além disso, eles são um presente muito prático que provavelmente todos usarão. Você pode comprar kits de fabricação de velas em e-commerce que incluem tudo o que você precisa para fazer velas caseiras.

Você pode até pegar potes de vidro vazios e adicionar os aromas que desejar à vela para realmente personalizar este presente.

As velas adicionam calor, luz e aconchego a todos os espaços. Eles fazem um excelente presente para quase qualquer um! Quando você os cria, não apenas pode personalizar a cor, o aroma e a aparência, mas o gesto adicional torna o presente duas vezes mais exclusivo. Aprenda a começar a fazer velas caseiras e em breve você nunca mais comprará velas compradas em lojas!

Joias

Você não precisa ter nenhuma habilidade especial para fazer suas próprias joias. Você pode escolher tudo, desde miçangas, ganchos de brinco, encantos e até kits passo a passo de lojas de artesanato para ajudá-lo a criar seus próprios presentes de joias.

Um cartaz de mapa personalizado

Há sites que permitem criar pôsteres com mapas de qualquer lugar do mundo – incluindo sua cidade natal, cidade universitária ou destino de viagem favorito.

Memórias habilmente enquadradas

Você pode imprimir ou pintar algo sozinho e enquadrá-lo, ou imprimi-lo e emoldurá-lo, e pode aproveitar a equipe de designers para ajudar a decidir qual quadro obter.

Um calendário cheio de fotos pessoais

Fotos de pessoas que amamos são uma fonte instantânea de alegria e estruturar nossa vida cotidiana em torno deles com um calendário é uma ótima maneira de preencher cada dia com mais gratidão e felicidade.

Um retrato personalizado para animais de estimação

Se eles amam seu animal de estimação mais do que praticamente qualquer coisa no mundo, um retrato de animal de estimação que os imortaliza é um gesto único e atencioso – e decoração que é improvável que eles já tenham.

Como promover sua marca ética e ecológica online

Como empresa de impacto você precisa de uma estratégia ética de marketing para aumentar a conscientização, as vendas e o impacto necessário para dar visão a sua marca.

Agora é hora de contar ao mundo sobre sua oferta para atrair seus clientes e causar o impacto positivo que a empresa oferece.

Para realmente trazer mudanças, os proprietários de marcas éticas precisam sair da zona de conforto e se tornar líderes de sua causa. Uma estratégia de marketing também pode auxiliar, além de um posicionamento claro e conciso no mercado.

Importância de se posicionar no mercado

marca ecológica
Como promover sua marca ética e ecológica online Foto – Pixabay

A venda de produtos mais éticos e sustentáveis ​​ ajudará a mudar a maré do consumo em massa e encorajará mais empresas a operar nesse sentido.

É claro que não temos mais o luxo de ignorar práticas sustentáveis ​​e soluções de mudança climática.

As tendências mostram que os consumidores não têm mais paciência com marcas que não estão focadas em negócios mais éticos.

Os governos de todo o mundo, embora lentamente, estão reconhecendo a importância de práticas comerciais responsáveis ​​que, no mínimo, não prejudicam o meio ambiente.

Infelizmente, a maioria das marcas considera a sustentabilidade ambiental muito além de uma oportunidade de comercializar e reter o público jovem de consumidores.

A geração do milênio e a geração Z agora têm as ferramentas e informações para espalhar a palavra sobre a sustentabilidade de uma marca, e eles têm o talento de escolher se uma marca é intrinsecamente sustentável ou se a está usando apenas como uma palavra da moda.

Construir uma marca sustentável em todos os níveis agora é um requisito se você deseja criar uma imagem positiva com o público.

Como construir uma marca sustentável

marca ecológica
Como promover sua marca ética e ecológica online Foto – Pixabay

Construir uma marca sustentável requer uma abordagem diferente das empresas comuns. O planejamento é a única maneira de garantir uma transição suave.

Se você está começando do zero, o processo de planejamento é de vital importância para a adoção de medidas eficazes. Vamos aos passos:

O que você oferece

Uma luz orientadora importante em seus futuros processos comerciais é entender e reconhecer por que sua marca está alinhada com práticas sustentáveis.

Saber como sua marca se encaixa no espaço da sustentabilidade e o que ela oferece é essencial para criar uma ideologia coerente. Depois de descobrir exatamente por que sua marca é sustentável, você pode usar esse conhecimento como alavanca ao atrair investidores e clientes.

Trabalhando com clientes

Mantenha um ouvido atento e ouça o que seus clientes estão pensando. Atender a essas preocupações é uma maneira inteligente de induzir a lealdade à marca e aumentar o envolvimento.

Por exemplo, uma cafeteria pode achar que os clientes se preocupam com grãos de café de origem ética. A busca por esse objetivo deve ser compartilhada com os clientes.

Para esta etapa, é importante saber para quem você está vendendo. Depois de identificar seu público-alvo, vá até os espaços que eles ocupam para descobrir o que eles estão preocupados.

 Identificar áreas-chave

Encontre algumas áreas essenciais para o seu negócio e crie estratégias para torná-las totalmente sustentáveis. Seguindo o mesmo exemplo, o proprietário da cafeteria pode identificar compras e descarte de resíduos como áreas importantes que mais se beneficiarão por serem sustentáveis. Um passo adiante seria tornar todas as lojas da marca projetadas para ter uma pegada de carbono zero.

 Estratégia de conteúdo

Use a criatividade para criar estratégias de marketing autênticas que comunicarão sua missão e projetos de sustentabilidade ambiental da melhor maneira possível com seu público. Seu público-alvo terá sua própria maneira de consumir conteúdo e você deve entrar em contato com eles nessas plataformas.

Marcas comprometidas com o meio ambiente

marca ecológica
Como promover sua marca ética e ecológica online Foto – Pixabay

Eco-friendly’ é uma palavra-chave cada vez mais popular que agora é usada para vender todos os tipos de bens e serviços – e, como resultado, o mercado de produtos sustentáveis ​​está se tornando cada vez mais lotado.

Então, como você pode garantir que seu negócio ecológico se destaque dos seus concorrentes? O mercado de produtos ecológicos está crescendo a cada dia.

Portanto, se políticas e produtos sustentáveis ​​estão no centro de tudo o que você faz, faz sentido colocá-los também na frente e no centro de suas campanhas de marketing digital. Mas é importante projetar uma estratégia de sucesso que fará com que seus negócios ecológicos sejam notados online.

Identifique seu negócio

Por que os consumidores éticos devem comprar com você? A resposta a essa pergunta formará a base de toda a sua estratégia de marketing, por isso é importante acertar e ser o mais específico possível.

Portanto, inicie sua campanha identificando pontos ecológicos e políticas sustentáveis ​​você se concentrará em seu marketing.

Por exemplo, você tem o cuidado de obter materiais orgânicos de Comércio Justo para seus produtos ou se esforça para oferecer políticas éticas de trabalho ou comércio?

O mais importante é que seus valores são autênticos e sinceros, ou podem haver imprevistos – como McDonalds aprendeu da maneira mais difícil. O varejista de fast food tentou capitalizar as mudanças de hábitos dos consumidores trocando seus canudos de plástico por papel, apenas para ser agredido na imprensa e nas mídias sociais quando foi revelado que seus novos canudos “ecológicos” nem eram recicláveis.

Claramente, os clientes estão se tornando muito mais experientes no que diz respeito ao marketing sustentável, por isso é absolutamente essencial que quaisquer valores usados ​​para promover seus produtos sejam um reflexo genuíno do foco da empresa.

Mas, supondo que você esteja comprometido com políticas ecológicas, ele deve fornecer uma base sólida para sua campanha.

Poluição plástica e gerenciamento de resíduos

As pessoas ficaram mais preocupadas com a forma de descartar os resíduos de suas casas e empresas. As más técnicas de gerenciamento de resíduos podem levar a problemas ambientais e causar problemas de saúde a população.

O mundo produz aproximadamente 300 milhões de toneladas de resíduos plásticos a cada ano e atualmente apenas 14% é coletado para reciclagem, segundo a ONU Meio Ambiente. Além disso, de todo o lixo plástico produzido em nossa história, apenas 9% foram reciclados.

Os motivos são complexos. Nem todo o plástico pode ser reciclado e a falta de conscientização do público significa que muitos dos resíduos recuperáveis ​​estão contaminados com outros materiais, o que aumenta os custos do processo de reciclagem.

Importância do gerenciamento de resíduos

Materiais de reciclagem

Um benefício significativo do gerenciamento de resíduos é o fato de poder reciclar o material e usá-lo de diferentes maneiras. O que isso significa é que, quando o lixo é reciclado para mais usos, o mesmo lixo não precisa ser retirado do ambiente para produzir o mesmo produto novamente.

O meio ambiente também se beneficia da reciclagem, porque há menos resíduos que são jogados nas áreas designadas.

Saúde

Quando o lixo é jogado fora sem regulamentação, pode causar riscos à saúde. O lixo armazenado há algum tempo emite produtos químicos tóxicos quando se mistura com outros componentes residuais.

O que isto significa é que, se o lixo não for tratado imediatamente, esse material tóxico pode entrar no solo e nos recursos hídricos, fazendo com que polua a água e os alimentos que as pessoas consomem. Isso será prejudicial à saúde pública e prejudicial ao meio ambiente.

O perigo da poluição plástica

Curiosamente, nos Estados Unidos, a introdução da reciclagem de fluxo único – onde os materiais não são separados em casa – levou a um aumento no lixo processado; no entanto, à medida que os plásticos mais complexos eram produzidos, as pessoas começaram a colocar os materiais errados em seus recipientes de coleta.

A empresa de gerenciamento de resíduos, um dos maiores processadores de reciclagem de lixo doméstico da América do Norte, indica que um em cada quatro itens colocados em lixeiras não pode ser reciclado.

O plástico é um material barato e resistente, e seu uso é muito frequente há anos. No entanto, seu impacto na natureza e na saúde humana requer repensar seu uso e o gerenciamento de seus resíduos.

 Reciclar plástico

Muitos países estão adotando medidas de reciclagem. Um deles é que todos os recipientes de plástico sejam recicláveis, além de reduzir o consumo de plásticos descartáveis ​​e o uso de microplásticos.

Microplásticos: o que é isso?

Microplásticos são partículas muito pequenas (<5 mm) de material plástico. Eles são encontrados em quantidades crescentes no oceano, mas também em alimentos e bebidas.

Muitas empresas também estão propondo padrões mais rígidos para produtos como têxteis, pneus, tintas e bitucas de cigarro para reduzir a liberação de microplásticos a partir deles.

Aumento do plástico no mundo

Em 2016, o mundo gerou 242 milhões de toneladas de resíduos plásticos – 12% de todos os resíduos sólidos municipais. Esse resíduo originou-se principalmente de três regiões – 57 milhões de toneladas do leste da Ásia e do Pacífico, 45 milhões de toneladas da Europa e Ásia Central e 35 milhões de toneladas da América do Norte.

A visibilidade dos resíduos plásticos está aumentando devido ao seu acúmulo nas últimas décadas e ao seu impacto negativo no meio ambiente e na saúde humana.

Ao contrário do lixo orgânico, o plástico pode levar de centenas a milhares de anos para se decompor na natureza.

O desperdício de plástico está causando inundações ao entupir os sistemas de drenagem e esgotos, causando problemas respiratórios quando queimados, diminuindo a expectativa de vida dos animais quando os consomem pensando ser alimento e contaminando os corpos d’água quando despejados em canais, rios e oceanos.

Nos oceanos, o plástico está se acumulando em turbilhões de roda que têm quilômetros de largura (National Geographic nd).

plástico
Poluição plástica e gerenciamento de resíduos Foto – Pixabay

Sob a luz ultravioleta do sol, o plástico está se degradando em “microplásticos” que são quase impossíveis de recuperar e estão interrompendo as cadeias alimentares e degradando os habitats naturais.

Por que o plástico é um problema global….

Entenda alguns fatos:

  • Cerca de dois bilhões de pessoas vivem sem a coleta de lixo e 3 bilhões têm disposição descontrolada, o que significa que o mau gerenciamento de resíduos sólidos é um problema global;
  • Mais de 90% do plástico nos oceanos provém diretamente de fontes terrestres;
  • Entre 4 e 12 milhões de toneladas métricas de plástico entram nos oceanos anualmente a partir de resíduos sólidos mal gerenciados a 50 km da costa;
  • Dos 50 maiores lixões não controlados do mundo, 38 estão na costa e muitos derramam diretamente no mar;
  • De todo o plástico já produzido, 79% (5,5 bilhões de toneladas dos EUA) de resíduos de plástico acumularam em aterros sanitários e no ambiente natural;
  • Nem todas as instalações de gerenciamento de resíduos usam a mesma tecnologia. Alguns podem lidar com plásticos que não são recicláveis ​​quando depositados na lixeira errada, mas para outros, o processo será muito mais complicado quando erros forem cometidos;
  • 12 bilhões de toneladas métricas de resíduos plásticos (13,2 bilhões de toneladas dos EUA) entrarão em aterros ou no meio ambiente até 2050, se as tendências atuais de produção e gerenciamento de resíduos continuarem;
  • A queima descontrolada de resíduos domésticos causa cerca de 270.000 mortes prematuras por ano;
  • O desperdício de plástico pode bloquear os drenos, o que aumenta o risco de grandes inundações que levam a danos materiais e morte humana;
  • Sem melhorias na infraestrutura de gerenciamento de resíduos, prevê-se que a quantidade acumulada de resíduos plásticos disponíveis para entrar no oceano a partir da terra aumente em uma ordem de magnitude até 2025;

Os melhores utensílios de cozinha não-tóxicos para inserir em seu dia a dia

O fato de a qualidade de nossos alimentos afetar diretamente nossa saúde e bem-estar é inquestionável.

Certamente, a parte mais importante de comer boa comida é comprar ingredientes de qualidade. Ao mesmo tempo, as ferramentas que usamos para preparar nossos alimentos podem ter um enorme impacto em como é saudável.

Ou seja, acreditamos que devemos ter bastante cuidado para não contaminar nossos alimentos com toxinas enquanto os cozinhamos.

Escolha de bons utensílios na cozinha

utensílios de cozinha
Os melhores utensílios de cozinha não-tóxicos para inserir em seu dia a dia Foto – Pixabay

Sabe-se que o plástico libera toxinas nos alimentos e, como é onipresente, embarcamos em uma missão de desintoxicar nossa cozinha da maioria dos itens de plástico.

As principais razões pelas quais queremos reduzir, se não, remover completamente o plástico de nossos utensílios de cozinha são:

  • Eles são geralmente aquecidos. O calor faz com que as toxinas lixiviem mais facilmente das panelas para os alimentos.
  • Eles são usados ​​repetidamente para que sejam arranhados facilmente, o que libera as toxinas que estavam originalmente trancadas no plástico quando estavam inteiras.
  • Eles são geralmente usados ​​com alimentos molhados.  A umidade (água, óleos ou os sucos dos alimentos) pode transportar toxinas dos utensílios de plástico para os alimentos.

Se você é seletivo sobre de onde vem e como a comida é produzida, os itens essenciais para uma cozinha saudável devem estar no topo da sua lista.

Uma pequena adição ou uma troca simples pode transformar qualquer cozinha em um espaço alimentar mais ecológico e consciente da saúde.

Nossa lista principal de ferramentas de cozinha inclui os melhores pequenos aparelhos, utensílios de cozinha e alguns aparelhos práticos para tornar as refeições mais saudáveis ​​e fáceis.

As panelas antiaderentes, alumínio e até cobre tornaram-se preocupantes nos últimos anos devido à sua tendência a deixar vestígios de produtos químicos e metais nos alimentos.

Como escolher bons produtos de cozinha?

utensílios de cozinha
Os melhores utensílios de cozinha não-tóxicos para inserir em seu dia a dia Foto – Pixabay

Existem tantos tipos de utensílios de cozinha que parece até impossível escolher um produto. Ao escolher um tipo de utensílio de cozinha, reduza-o fazendo as seguintes perguntas:

Como ele precisa ser limpo?

Os utensílios de cozinha precisam ser limpos cuidadosamente toda vez para evitar o acúmulo de bactérias e reduzir o risco de doenças transmitidas por alimentos.

Os utensílios de cozinha “mais seguros” do mundo ainda podem deixá-lo doente se não forem limpos corretamente.

As necessidades de limpeza e cuidados podem ser ligeiramente diferentes para as panelas, dependendo de seus materiais. Verifique se você sabe o que é necessário para poder decidir se vale a pena.

Ele aguenta o uso diário?

Nem sempre podemos investir em utensílios de cozinha duráveis ​​e de alta qualidade, e está tudo bem. Às vezes, você só precisa de alguns potes e panelas acessíveis para passar por uma temporada em que o dinheiro é escasso.

Você pode reduzir o desgaste das suas panelas para ajudar a durar um pouco mais, combinando-as com os utensílios de cozinha certos.

Um exemplo são espátulas de madeira e colheres de cozinha. Utensílios de cozinha de madeira podem reduzir as chances de arranhar os revestimentos antiaderentes.

Existem riscos à saúde baseados em evidências?

Essa é a grande questão e pode variar de acordo com sua perspectiva e histórico de saúde. Se você sabe que possui uma sensibilidade ao níquel, opções de panelas “mais seguras”, como aço inoxidável e cobre, podem não funcionar para você.

Para pessoas que têm uma condição de saúde chamada hemocromatose, o ferro fundido não é uma boa opção, pois o ferro extra que ele adiciona aos alimentos pode levar a excesso de ferro em seu sistema.

Panelas e frigideiras podem representar um risco significativo de desperdício ambiental, tanto pela forma como são produzidas quanto pelo fato de que muitas não se sustentam bem e são equiparadas a lixo não biodegradável após alguns usos.

A compra de produtos de empresas que são transparentes sobre os processos de fabricação pode custar mais, mas provavelmente fornecerá um produto que durará por muito mais tempo.

Mas não é necessário querer comprar um kit novo para a sua cozinha. Você pode começar aos poucos. Por exemplo, substituindo os potes de plásticos pelos de vidros. E nem é necessário sair comprando os potes de vidro. É possível reutilizar de outros produtos.

ARMAZENAMENTO DE ALIMENTOS SEM PLÁSTICO

utensílios de cozinha
Os melhores utensílios de cozinha não-tóxicos para inserir em seu dia a dia Foto – Pixabay

Jogue esses recipientes de plástico de uma vez por todas e substitua-os por alternativas mais seguras e sem desperdício.

Os recipientes de armazenamento de vidro não apenas fornecem armazenamento mais seguro para todos os seus alimentos, como também oferecem um excelente visual do que está dentro.

Os frascos de vidro são relativamente baratos (podem ser comprados por uma dúzia), fáceis de limpar e podem armazenar qualquer coisa, de sementes, farinhas e nozes a sopas, ensopados e frutas frescas.

Se você estiver usando recipientes de vidro para armazenamento congelado, deixe espaço suficiente na parte superior para que os líquidos se expandam e selecione aqueles que são seguros para o congelador e têm uma boca larga para facilitar a remoção ao aquecer.

UTENSÍLIOS DE COZINHA SEM PLÁSTICOS

Uma boa colher de pau é sempre bem vinda. Ao contrário das de plástico ou metal, os utensílios de cozinha de madeira funcionam em todas as superfícies. São seguros com todos os alimentos.

Optar por material de bambu também é uma boa opção. O bambu não é apenas mais sustentável do que outras madeiras duras e duráveis, como o bordo e a faia, mas suas propriedades antimicrobianas também ajudam a mantê-lo livre de bactérias.