Ativistas do meio-ambiente: 5 pessoas que estão mudando o mundo para melhor

Falar hoje em sustentabilidade parece até ser clichê, não é mesmo?! De repente, de uma hora para outra, pessoas estão opinando sobre as questões que envolvem o tema, como foi o caso do aumento das queimadas da Amazônia que ocorreu em 2019. No entanto, como diria o ditado popular, “falar todo mundo fala”. A questão é: quem realmente está fazendo algo para deixar um mundo melhor para nós e para as gerações futuras? Pois é, eis a questão! Então, pensando nisso, selecionamos 5 ativistas do meio-ambiente que estão, de fato, agindo em prol do planeta.

1. Boyan Slat

Um dos ativistas do meio-ambiente mais famoso dentre todos é o holandês Boyan Slat, que, com apenas 18 anos de idade, criou a empresa The Ocean Cleanup, cujo objetivo era recuperar as águas do oceano em apenas cinco anos. Para isso, o jovem desenvolveu uma máquina capaz de limpar todo o plástico dos mares, que já se acumula mais de 7 milhões de toneladas do material, dentro desse período. Parece algo improvável criar um mecanismo desse tipo, né? Mas Boyan conseguiu, por incrível que pareça!

Resultado de imagem para Boyan Slat
O jovem holandês Boyan Slat criou a empresa The Ocean Cleanup, cujo objetivo é limpar os 7 milhões de toneladas de plástico do oceano num período de apenas cinco anos.

Para se ter ideia da dimensão do problema que Boyan Slat quer enfrentar, a Organização das Nações Unidas (ONU) diz que 80% de todo o lixo marinho é formado por plásticoPara piorar, até 2050, afirma o órgão, a quantidade de plástico vai superar a de peixes. No entanto, essas informações não desestimularam o jovem ativista, que acabou criar um sistema para interceptar plástico dos rios, o The Interceptor. Diferentemente do projeto anterior, a ideia do novo mecanismo é interceptar o plástico antes mesmo de que ele chegue aos oceanos. Com isso, o trabalho de limpeza seria reduzido significativamente. Genial, não?!

2. Danielle Fong

Outro nome de destaque dentre os ativistas do meio-ambiente é o da Danielle Fong. Cientista e empreendedora canadense, ela é co-fundadora e cientista chefe da LightSail Energy, uma startup fundada em 2008 de tecnologia de armazenamento de energia de ar comprimido localizada em Berkeley, Califórnia. Com isso, haveria um armazenamento barato e abundante de energia, que pode mudar a natureza da rede elétrica e transformar a energia eólica e solar intermitente em energia de base.

Resultado de imagem para Danielle Fong
Danielle Fong é co-fundadora e cientista chefe da LightSail Energy, uma startup fundada em 2008 e que já recebeu investimentos financeiros de figuras como Peter Thiel, Bill Gates e Vinod Khosla.

A ideia atriu tanto os bilionários interessados pelo tema da sustentabilidade que, em fevereiro de 2016, a LightSail havia levantado aproximadamente US$ 70 milhões, havendo em seu rol de investidores personalidades como Peter Thiel, Bill Gates e Vinod Khosla.

3. Vanessa Nakate

Nascida em 1996, a jovem Vanessa Nakaté é uma ativista de Uganda que ficou internacionalmente conhecida depois de sentir o racismo na pele ao ter sido cortada em uma foto publicada pela agência de notícias Associated Press que reunia ela junta de outras ativistas (brancas, no caso) durante atividade no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. Uma pena, pois esse caso acabou sendo maior do que seu trabalho em prol do meio-ambiente.

Resultado de imagem para Vanessa Nakate
Uma das ativistas do meio-ambiente, Vanessa Nakate tornou-se a primeira jovem a organizar as chamadas greves pelo clima em Uganda, chegando a participar de eventos importante sobre o tema.

Pois bem, mas vamos dar destaque ao que interessa, não é mesmo? Aos 22 anos, Vanessa Nakate tornou-se a primeira jovem a organizar as chamadas greves pelo clima em Uganda, em janeiro de 2019, inspirada pelo movimento iniciado um ano antes por Greta Thunberg. A partir de então, a ativista atraiu outros jovens para os protestos e fundou o The Rise Up Movement, rede de movimentos de jovens que pede ação climática em países da África. Ao ganhar evidência, participou da COP-25, conferência do clima na Espanha, em 2019, e do Fórum Econômico Mundial, no início de 2020.

4. Steph Gabriel

Steph Gabriel é uma ativista, empresária e cientista marinha, que, em 2014, fundou a OceanZen, uma empresa que vende roupas de banho feitas de garrafas plásticas e redes de pesca deixadas no oceano. Com o lema “salvar o oceano, um biquíni ao mesmo tempo”, sua abordagem ecológica dos negócios incentiva as pessoas a pensarem sobre o uso do plástico e o futuro do planeta.

Resultado de imagem para steph gabriel
Steph Gabriel uniu sua paixão pela moda e seu conhecimento científico sobre a vida marinha para criar a marca OceanZen, cujos produtos são feitos com garrafas plásticas e redes de pesca deixadas no oceano.

A ideia da empresa de moda sustentável surgiu depois da Steph Gabriel morar nas Ilhas Cayman e trabalhar com arraias selvagens. A partir daí, ela começou a aprender sobre os impactos humanos no oceano, principalmente no que diz respeito aos plásticos descartados nos mares e como eles prejudicavam a vida marítima. Foi justamente nesse momento em que nasceu a OceanZen, cuja sede está na Austrália. Para quem se interessou pelos seus produtos, a boa notícia é que é possível comprá-los ​​de qualquer parte do mundo, pois eles são enviados globalmente!

5. Leonardo Miranda

O único brasileiro da nossa lista se chama Leonardo Miranda. O jovem com pouco mais de trinta anos, nascido na cidade de Botucatu, interior de São Paulo, mas atualmente morando no Rio de Janeiro, é um dos co-fundadores do projeto Bullying Do Bem, criado em dezembro de 2018, cujo principal objetivo é retirar os lixos acumulados nas praias cariocas.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, noite
Leonardo Miranda é um dos co-fundadores do projeto Bullying Do Bem, cujo principal objetivo é retirar os lixos acumulados nas praias cariocas.

O instagram do projeto conta atualmente com pouco mais de 5.000 seguidores, que estão engajados nas chamadas dos multirões da limpeza. Com a filosofia de que 1 > 0, o Bullying do Bem também ampliou as suas ações, levando comida a moradores de rua, recolhendo livros para doar e dentre tantas outras coisas. A causa é tão grande que já moveu inclusive artistas, como é o caso da atriz Isabella Santoni.

Não deixe de comentar sobre os ativistas do meio-ambiente

O nosso texto chegou ao fim, mas não deixem de comentar sobre os ativistas do meio-ambiente. Além disso, também deixem indicações de nomes de outras pessoas que estão deixando um mundo melhor para todos. Quem sabe assim, nós ficaremos cada vez mais inspirados a lutar por um planeta mais sustentável, não é mesmo?!