Aprenda a captar e armazenar água da chuva

Água! Sem ela não vivemos, mas é incrível como acreditamos que ela não é escassa. Mas a falta de água já é realidade em alguns países.  Em áreas da África e pontos turísticos no sul da Europa e no Mediterrâneo, estes já sofrem com essa realidade.

Em nossas residências, o consumo de água deve ser moderado para evitar o desperdício.

A água, este líquido puro, incolor e tão necessário para a vida humana e do planeta não é infinito. O uso indiscriminado e o abuso de nossos recursos naturais trouxeram inúmeros problemas ao meio ambiente. Por esse motivo, não podemos ser indiferentes e deixar a responsabilidade para o resto.

Desperdício da água

Embora exista em abundância, a água é um recurso do qual depende o avanço e o desenvolvimento da humanidade. É usada para beber, para a higiene pessoal, para o lazer, indústria, entre outros.

É precisamente esse uso excessivo acompanhado pela exploração de aquíferos, poluição ou desmatamento que faz com que a água comece a se tornar escassa e com a qual devemos nos preocupar.

Por isso, é bom adotar medidas que diminuem o desperdício de água. E por que não começar em seu dia a dia? Nossa sobrevivência gira em torno da água e suas propriedades hidratantes. Dias sem água é suficiente para danificar os rins e, subsequentemente, levá-lo à falência de múltiplos órgãos. 

Todo o dinheiro, toda a riqueza, todas as coisas materiais deixarão de ter importância se a própria essência que nos mantém vivos se tornar escassa. Portanto, se houver outra guerra novamente pode ser pela água, advertem muitos especialistas. E será letal para nossa espécie.

Dessa forma, a captação de água da chuva é uma das maneiras eficientes de economizar e reutilizar a água.

Por que capturar e armazenar água?

A água é algo essencial em nosso dia a dia.

Que a água precisa ser conservada não é uma afirmação que precisa ser enfatizada. Como cidadãos responsáveis, temos certeza de que você está ciente da necessidade de economizar a preciosa água doce que nos resta.

Nossa natureza possui um ciclo que purifica naturalmente a água que perdemos antes de devolvê-la ao solo. É por isso que se diz que a precipitação oferece a forma mais pura de água natural. Então, como podemos fazer o melhor uso da água da chuva?

Como captar e armazenar água?

Capturar e armazenar a água da chuva do meio ambiente representa uma opção real para fornecer às pessoas água de maneira constante, viável e econômica, especialmente nas regiões onde as fontes de água superficial e subterrânea são exploradas ou contaminada. Mas também até mesmo onde há muita precipitação de água, essa pode ser uma maneira de captar e aproveitar água da chuva para, por exemplo, regar as plantas, limpar a casa, entre outros.

Como fazer?

A coleta de água poupará dinheiro em suas contas de água e reduzirá sua dependência da água da torneira. Um sistema de captação de água bem projetado também diminuirá suas necessidades de irrigação.

Tudo o que você precisa para um sistema de captação de água é chuva e um local para captar. Um sistema simples é desenvolvido contornando e modelando as áreas da terra, para que a água flua diretamente para a vegetação. Um sistema mais sofisticado possui armazenamento para capturar água para uso posterior.

Em casas:

A água que é captada da chuva pode ser usada para limpar a casa

• Podem ser usadas cisternas que se apresenta na forma kit feito em plástico ou também a utilização de tanques. Hoje existem diversos modelos e você pode optar aquele que melhor se encaixe para o seu orçamento;

• Os tanques podem ser colocados no chão, ao lado da casa para receber água da chuva que cai do telhado e foi desviada para eles;

• Telhados de metal corrugado ou estanho são os melhores para captar água da chuva;

•  Telhados de chumbo, amianto ou alcatrão contêm produtos químicos que poluem a água. 

• Verifique se o tanque está limpo e nunca foi usado para armazenar substâncias tóxicas, como óleo ou pesticidas.

•Materiais que normalmente são usados: canos, bombona, caixa de água, cisterna, torneira, e outros equipamentos. Você pode mesmo fazer em casa ou contar com ajuda de um profissional.

Em apartamentos:

• Podem ser usados baldes para captar água da chuva e a água pode ser usada para irrigar as flores ou lavar a casa;

Dicas para economizar água em casa

Confira dicas para economizar água na sua casa

Captar e armazenar água é bom, mas também é recomendado economizar água. O banheiro e a cozinha são os locais da casa onde há uma torneira e onde fazemos o maior uso da água. Confira as nossas dicas para economizar água em casa!

  •  Feche as torneiras sempre que não as usar mesmo que pareça pouco. Faça isso enquanto ensaboa os cabelos, escova os dentes, esfrega os utensílios de cozinha, faz a barba;
  • Economize água no chuveiro. Dependendo do banho, o chuveiro pode gastar 50% menos. Um chuveiro com menos 5 minutos de banho economiza cerca de 3.500 litros por mês;
  • Utilize os aparelhos com eficiência: coloque a máquina de lavar roupa, a lava-louças e similares sempre que estiverem totalmente cheios. Caso contrário, use meia carga ou ciclos curtos.  Colocar a máquina de lavar com roupa cheia pode economizar de 2500 a 2800 litros por mês;
  • Se você tem um jardim ou horta, aproveite também para coletar água da chuva. Regue suas plantas ao amanhecer ou ao anoitecer, porque isso impedirá que a água evapore antes de ser absorvida. Não limpe o chão com mangueira, use uma vassoura;
  •  Corrija imediatamente qualquer vazamento de água: uma torneira com vazamento pode significar até 40 litros de água por dia.
  • Para torneiras e chuveiros: utilize dispensadores e arejadores que reduzem o fluxo de água;
  • Cisterna: instale uma que permita medir a quantidade de água descarregada. Outra opção é colocar duas garrafas de água de 0,5 litro cheias para economizar em cada descarga ou um redutor de tanque.

Dicas para economizar água na cozinha

  • Deixe a água da torneira correr apenas para lavar a louça e fechar a torneira enquanto ensaboa;
  • Evite que as torneiras vazem quando você não as estiver usando;
  • Lave as frutas e legumes em uma tigela e não sob a torneira aberta. Para descongelar os alimentos, você pode fazer o mesmo;
  • Mergulhe as panelas e frigideiras alguns minutos antes de esfregá-las para evitar desperdício desproporcional de água;

Referência: Super Sustentável

Cisterna: usando a água da chuva em seu favor e do meio-ambiente

Em quase todos os verões, há sempre problemas relacionados com o excesso de chuva, que deixam cidades debaixo da água. Depois, no inverno, há problemas relacionados justamente com o escassez de água, pois não se chove mais. Então, por que não captar a água da chuva para nos prevenir na época da seca, não é mesmo?! Pode parecer até óbvio, mas muita gente negligencia isso. Mas não mais você! Conheça agora o que é cisterna e como ele pode utilizar a água da chuva em seu favor e do meio-ambiente.

Chuva, Tempo Chuvoso, Mau Tempo, Porto, Molhado, Rua
Entenda o que é cisterna e como ele pode utilizar a água da chuva em seu favor e do meio-ambiente.

O que é cisterna?!

Para quem não sabe, cisterna nada mais é do que um depósito ou reservatório que serve para captar, armazenar e conservar a água, podendo ser da água potável, água da chuva ou água de reúso. Por isso, tendo em vista as diversas finalidades, existem vários tipos de cisternas, dentre elas a compacta, usada por casas e edifícios com menos espaço ou que não tem interesse em fazer reformas – que pode muito bem ser o seu caso.

Independentemente do modelo de cisterna, é inegável a sua importância para a economia da água – tanto em termos ecológicos, como financeiros. Isso porque dados afirmam que o utensílio possibilita economizar até 50% no valor da conta da água, já que viabiliza o aproveitamento tanto do recurso proveniente da chuva quanto de banhos, máquinas de lavar roupa e lavatórios de banheiro. Ou seja, não há quem consiga negar que a cisterna é um super aliado do meio-ambiente.

Mãos, Macro, Natureza, Outdoor, Planta, Chuva, Solo
A cisterna possibilita a economia de até 50% no valor da conta da água, pois aproveita tanto o recurso proveniente da chuva quanto de banhos, máquinas de lavar roupa e lavatórios de banheiro.

Parece óbvio, mas é importante reforçar: economizar água é um hábito muito importante, pois ajuda a prevenir as cada vez mais frequentes crises hídricas e ainda poupa os recursos naturais. Por isso, ao usar uma cisterna para coletar a água da chuva, por exemplo, é possível utilizá-la para limpar o quintal, regar plantas ou dar descarga, sem a necessidade de usar a água potável para isso. Desse modo, você alivia a pressão sobre os mananciais, já que ajuda a diminuir a demanda pelos recursos necessários para o tratamento da água.

Como realizar a captação da chuva?!

Como é de se imaginar, não basta criar um reservatório de qualquer jeito para captar a água da chuva. Se não tomar os devidos cuidados, você pode, inclusive, estar criando um verdadeiro criadouro de mosquitos da dengue e outros insetos – já parou para pensar nisso?! Por isso mesmo, a captação da água precisa ser feita de forma segura.

Tanto os modelos de alvenaria quando os de fibra ou plástico garantem conforto e segurança para você. Por demandar obras e, por conseguinte, custar mais, a cisterna de alvenaria acaba sendo desnecessária para o uso doméstico, o que faz dos outros modelos melhores opções. Dentre eles, há as minicisternas da Casológica, da Tecnotri e da Waterbox, todas comercializadas na Loja eCycle. Além de serem de fácil instalação, elas garantem as mesmas funcionalidades de uma cisterna maior, sem ocupar muito espaço. 

Edifícios, Gotículas, Gotas, Vidro, Poste, Líquido
A água recolhida pela cisterna proveniente da chuva é não potável, pois pode conter substâncias de não consumo humano. Todavia, maior parte das atividades que envolvem água não precisa que ela seja potável.

Ah, e não se esqueça: por ter origem pluvial, a água coletada não é considerada potável, não sendo adequada para consumo humano, pois pode conter poeira, fuligem, sulfato, amônio, nitrato e entre outras substâncias. Contudo, para limpar pisos, quintais, calçadas, irrigar plantas, jardins e dar descargas, a água não precisa ser potável.

Como funciona a minicisterna?!

Vamos supor que você vá investir em uma minicisterna, tendo em vista que ela será utilizada para o uso doméstico, não havendo necessidade de adquirir uma grande de alvenaria. Pois bem, então a pergunta que fica é: como ela funciona?! É justamente sobre isso que falaremos agora!

Guarda Chuva, Noite, Chuva, Escuro, Urbanas, Cidade
Ao adquirir uma minicisterna, você estará utilizando a água da chuva para fazer atividades domésticas, economizando, assim, um bom dinheiro – além de estar fazendo um bem enorme ao meio-ambiente.

No caso de uma minicisterna, ela será acoplada diretamente nas calhas. Quando chover, a água captada será levada pelas calhas até a um filtro, em que as impurezas, como folhas ou pedaços de galhos, serão eliminadas. Além disso, alguns modelos possuem um separador da primeira água da chuva, que pode conter, por exemplo, sujeiras do telhado. E pronto! A água será toda armazenada no reservatório, que deve conter, além de uma torneira em sua parte inferior para facilitar a utilização e limpeza, um extravador (sempre com uma tela do tipo mosquiteiro) para que escoe todo o excesso. Nesse caso, ele pode até estar conectado com uma segunda cisterna e por aí vai ad infinitum, se for o caso…

Uma observação importante é que, quando for escolher sua minicisterna, é interessante também optar por modelos que possam ser acoplados justamente no extravador acima mencionado. Isso porque lhe dará a oportunidade de, caso você queira ou precise, aumentar a sua capacidade de armazenamento da água da chuva. Por fim, nunca se esqueça de que cada litro de água pesa um quilo, de modo que o local onde você for colocar sua cisterna deve aguentar o peso dela cheia.

Depois da cisterna já instalada, aí é só alegria! Você estará com a sua consciência ambiental, assim como o seu bolso, feliz, pois sabe que poupar água é uma atividade ecologicamente amigável e que, além disso, reduz consideralvemente os seus gastos.

Chuva, Gotas, Gotejamento, Chuveiro, Cena, Molhado
A cisterna é uma ação simples e sustentável que pode trazer grandes mudanças para toda sociedade e, principalmente, para o meio-ambiente.

E aí, você se convenceu em ter uma cisterna em casa, tendo em vista que ela é uma excelente solução no combate a escassez de água?! Como pode perceber, o reservatório é uma ação simples e sustentável que pode trazer grandes mudanças para toda sociedade e, principalmente, para o meio-ambiente. Portanto, não fique de fora e faça parte deste movimento em prol do uso consciente da água.