Filmes sobre sustentabilidade: 8 sugestões para você aprender mais sobre o tema

Que a palavra sustentabilidade está na moda, isso ninguém pode negar. Mas que bom, né?! Afinal, é justamente graças a esse tema e a consciência ecológica que as pessoas estão tendo que o meio-ambiente ainda pode vislumbrar uma salvação. No entanto, a grande verdade é que parece que o assunto não tem fim e fica cada vez mais difícil de fixar os conceitos que vão surgindo ao longo do tempo… O lado bom da história é que não faltam filmes sobre sustentabilidade para nos ajudar nesse processo de memorização e aprendizado.

Tv, Homem, Assistindo, Quartos, Escritório, Moderna
Que tal ver filmes sobre sustentabilidade? Com certeza, essa será uma das melhores formas para você aprender mais sobre o tema.

Se quer aprender mais sobre o tema, então veja abaixo a lista que nós fizemos para você. São diversos filmes que estão aí e que irão lhe auxiliar nos seus conhecimentos a respeito da sustentabilidade. E sejamos sinceros: há maneira mais divertida do que aprender vendo filmes?! Não, né?! Então, se joga nessa lista e aprenda mais sobre o assunto!

Filmes sobre a sustentabilidade para assistir na Netflix

Como hoje em dia é quase impossível alguém não ser assinante da Netflix, então nada mais justo do que deixarmos uma lista de filmes sobre sustentabilidade para você assistir pela plataforma, não é mesmo?! Assim, você conseguirá aprender mais sobre o tema sem precisar ficar pesquisando muito sobre e nem ter que arcar com isso. E aí, animado para saber quais são as nossas sugestões?!

8 – Terra

Como diria a sua própria sinopse: “Com um visual arrebatador, este documentário reflete sobre a nossa relação com outras criaturas do mundo à medida que a humanidade se afasta cada vez mais da natureza”. É assim, então, que o filme Terra é apresentado a seu público, mostrando qual é o seu verdadeiro potencial.

O documentário de 90 minutos dirigido por Alaistair Fothergill e Mark Linfield é de tirar o fôlego de qualquer um. Isso porque, ao longo da história, o filme mostra claramente como ainda somos capazes de mudar o nosso futuro apenas olhando de forma diferente para a vida. Ou seja, é praticamente um tapa na nossa cara, que nos faz acordar e refletir sobre nossas atitudes em relação ao meio-ambiente.

7 – Mission Blue

Outro documentário imperdível sobre o tema é o Mission Blue, dirigido por Robert Nixon e Fisher Stevens. O filme retrata a campanha da oceanógrafa Sylvia Earle para salvar os oceanos do mundo de várias ameaças, como a pesca abusiva e os resíduos tóxicos, evidenciando, assim, a importância da preservação do nosso planeta.

Com certeza, o Mission Blue é um dos melhores filmes sobre sustentabilidade. Ele não é pudico em mostrar quais os impactos que nós estamos deixando para o mundo e muito menos poupa alguém da responsabilidade de proteger a nossa casa, os nossos mares e a nossa natureza como um todo.

6 – Como Mudar o Mundo

Não há quem não conheça o GreenPeace, uma das maiores, se não a maior, organizações ativistas ambientais, cujo foco está, principalmente, nas questões que envolvem a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável. Se você não conhece a história da organização, então saiba que o documentário Como Mudar o Mundo irá resolver esse seu problema.

Como já deu para entender, então esse filme nada mais é do que um relato sobre a história do Greenpeace e como tudo começou. Embora não seja um dos típicos filmes sobre a sustentabilidade, é importantíssimo que você conheça mais sobre a organização e, quem sabe assim, fique mais animado a atuar em prol do planeta.

5 – Seremos história?

O documentário de 2016 Seremos história? é produzido por ninguém mais, ninguém menos, do que o Leonardo DiCaprio. Para quem não sabe, além de um excelente ator, ele é um dos famosos mais importantes no ativismo ambiental, fazendo, inclusive, grandes doações para o Fundo da Floresta Amazônica.

Sobre o filme, ele diz respeito aos 3 anos de viagens pelo mundo do ator, nomeado mensageiro da paz pela ONU, em busca de respostas sobre as mudanças climáticas. Cientistas renomados, Barack Obama, Bill Clinton, John Kerry e até o Papa Francisco fornecem o seu ponto de vista sobre a questão. Além disso, Leonardo di Caprio nos leva à linha de frente da batalha contra as mudanças climáticas, mostrando as suas consequências e as ações necessárias para minimizá-la.

4 – The True Cost

Para quem gostou do nosso texto sobre o conceito do Upcycling, um filme que pode ser bastante interessante e que fará qualquer um refletir sobre o consumismo é o The True Cost, que abrange as questões econômicas, sociais e ambientais da indústria da moda “fast fashion” .

Filmado em diversas localidades ao redor do planeta, o documentário busca detectar os diferentes aspectos e impactos desta indústria baseada apenas no lucro e no crescimento ilimitado. No final do filme, será impossível não refletir em como as empresas podem ser capazes de colocar a sua lucratividade acima de todos e como nós temos uma parcela de responsabilidade nesse comportamento destrutivo.

3 – A Plastic Ocean

Seguindo mais ou menos a mesma temática do Mission Blue, o filme A Plastic Ocean mostra um documentarista que investiga os impactos da poluição ambiental ao descobrir que os oceanos do planeta estão repletos de plástico. É impossível não assistir a esse documentário e não se questionar a respeito do uso do material e o quão nocivo que ele é ao meio-ambiente.

Para quem não se lembra, inclusive já falamos sobre esse assunto diversas vezes aqui no blog. Recomendamos fortemente que se leia a nossa publicação “Consumo de plástico no seu dia-a-dia: por quê e como reduzir?”. Com certeza, ao ver o filme e ler o nosso o texto, você vai pensar várias vezes antes de consumir mais plásticos.

2 – Minimalism: a documentary about the important things

Quem acompanha o blog, provavelmente não estranhou ao ler esse título, não é mesmo?! Afinal, falamos sobre ele no nosso texto sobre minimalismo. Aliás, se você ainda não leu essa nossa publicação, recomendamos que leia. Com certeza, é um assunto interessantíssimo para você que está querendo saber mais sobre sustentabilidade.

Pois bem, o documentário Minimalism: a documentary about the importante things traz à tona justamente a questão do minimalismo e como seguir o estilo de vida minimalista pode nos proporcionar a verdadeira felicidade. Em um mundo onde as pessoas ficam todo o tempo online, compartilhando da sua “incrível” vida, desapegar-se é mais do que bom – é quase que uma questão de sobrevivência.

1 – Cowspiracy: o segredo da sustentabilidade

Cowspiracy é, provavelmente, um dos filmes sobre sustentabilidade mais conhecido hoje em dia pelo público em geral. O documentário, que trata de um assunto bastante polêmico da nossa sociedade, a indústria agropecuária, já foi motivo inclusive de publicações de famosos brasileiros, como foi o caso da Anitta.

Toda a sua popularidade tem uma razão: o filme é extremamente eficiente em tocar na nossa ferida. Questão é que ele demonstra como a agropecuária intensiva está dizimando os recursos naturais do planeta e por que essa crise tem sido ignorada por grandes grupos ambientalistas. O Cowspiracy nos faz questionar até onde vale comer carne em detrimento tão grande do planeta. E aí, será que você está disposto a conhecer a verdade e tirar esse alimento do seu prato?! Pois é…

Energia renovável: saiba mais sobre essa fonte de energia limpa e sustentável

Com o tema da sustentabilidade cada vez mais em alta nas questões prioritárias da sociedade, um assunto de extrema importância passou a vir à tona: a energia renovável. Isso porque é inevitável não fazer qualquer tipo de associação entre ambos os assuntos, já que a energia “suja” é um dos maiores poluidores do meio-ambiente.

Energia renovável e não renovável: a diferença que você precisa saber

Embora o assunto da energia renovável pareça simples e ao nosso alcance, ele não é. É importante saber entender sobre o que ele se trata e, principalmente, a diferença desse tipo de energia para a considerada “suja”.  Então, vamos explicar por partes para que não restem dúvidas quanto ao assunto.

Moinho De Vento, Turbina De Vento, Energia Eólica
Com a atual preocupação em torno do tema da sustentabilidade, o assunto energia renovável ganhou o seu espaço.

A energia renovável nada mais é do que a energia produzida a partir de recursos renováveis, ou seja, de recursos naturais infinitos, que não se esgotam, como o vento, a chuva ou o sol. Por essa razão, ela é considerada uma energia limpa, uma vez que não produz resíduos poluidores da natureza, não prejudicando, assim, o meio-ambiente.

Em contrapartida, temos a energia não-renovável ou a suja, que se utiliza de recursos naturais finitos, como o carvão e o petróleo. E como você já deve saber, esse tipo de energia, além de poder causar uma provável extinção de tais recursos, também causa grandes impactos negativos ao meio-ambiente.  

Energia não renovável: um mal a se combater

Vejamos a China, por exemplo. É de conhecimento geral que o país possui um dos ares mais poluídos do mundo. O motivo?! O consumo de carvão mineral para a produção de energia, sendo a sua principal fonte. Para se ter ideia da gravidade do problema, a poluição na China é tão ruim que bloqueia até mesmo o Sol para os painéis solares!

Nevoeiro, Shanghai, Barcos, Poluição Atmosférica, Rio
O famoso nevoeiro da China não é fruto da nebulosidade, mas sim da poluição causada pelo fato do país não priorizar fontes de energia renovável.

Mas o que parece que não tem como piorar em termos de energia não renovável, é bom que saiba que sempre tem como! Isso porque não bastassem os grandes problemas de ordem ambiental causados por esse tipo de energia, ele ainda pode causar diversas disputas em torno de sua extração e comercialização.

O petróleo, por exemplo, que é um tipo de energia não renovável, é um símbolo de poder tanto político, como econômico. Justamente por isso, tivemos a Guerra do Golfo, quando o Saddam Hussein, presidente do Iraque, alegou que o Kuwait estava prejudicando o seu país no comércio de petróleo ao vender o produto por um preço muito baixo.

Ou seja, resumo da ópera toda: você que está preocupado com a sustentabilidade tanto ambiental como social, é bom que comece a optar por fontes de energia renovável.  O seu consumo faz bem para o ambiente, para a sociedade como um todo e até mesmo para o seu bolso, como veremos logo mais.

As melhores opções de energia renovável no Brasil

Já sabemos que fontes de energia “suja” são péssimas num contexto geral. Então, a escolha por energia renovável se torna mais do que óbvia – quer dizer, na verdade, ela se torna quase que obrigatória quando passamos a entender de fato os efeitos negativos de uma escolha ruim.

Fotovoltaicas, Sistema Fotovoltaico, Sistema Solar
A escolha por energia limpa se torna mais do que óbvia frente aos impactos negativos da fonte de energia “suja”.

Como verá abaixo, há diversas alternativas de energia sustentáveis e limpas, sendo que algumas podem ser facilmente utilizadas em sua própria casa. Descubra agora mesmo quais são elas!

1. Energia hidrelétrica

De longe, a energia hidrelétrica é a energia renovável mais popular e conhecida no Brasil. Isso porque ela é a principal fonte de energia elétrica do país, abastecendo aproximadamente 90% de todo o território brasileiro. Além disso, o Brasil é o segundo país do mundo com maior capacidade e geração de energia hidráulica, atrás apenas da China.

No entanto, embora a hidrelétrica seja uma fonte de energia renovável , ela não está isenta de impactos ambientais e sociais. Problemas como desmatamento e a consequente perda da biodiversidade, assim como o deslocamento de populações ribeirinhas, comunidades indígenas e pequenos agricultores, são alguns dos efeitos negativos causados pelas construções de grandes barragens para obtenção de energia elétrica.

2. Energia solar

É bem provável que sua casa já esteja abastecida com energia hidrelétrica, não é mesmo? No entanto, existe uma alternativa mais limpa que está tomando conta dos lares daqueles que mais se preocupam com o meio-ambiente: a energia solar.

Praia De Ipanema, Rio De Janeiro, Sugarload Montanha
Lugares em que há muita incidência da luz do Sol podem se beneficiar com a energia solar, como é o caso da cidade do Rio de Janeiro.

Como no Brasil incide muita luz do Sol por ser um país tropical, esse tipo de energia acaba sendo bastante procurado por aqueles que buscam fontes de energia renovável. Além disso, a energia solar se torna uma ótima escolha até mesmo para o bolso, já que o preço da instalação do sistema fotovoltaico no Brasil caiu, enquanto que houve alta tarifária da conta de energia elétrica.

Mas como nem tudo é perfeito, o único porém é que essa fonte de energia tem o inconveniente de não poder ser usada à noite, a menos que se tenham bateria. De qualquer modo, a energia solar ainda é uma fonte de energia renovável cujo investimento vale muito a pena!

3. Energia eólica

Por fim, mas não menos importante, já que é a segunda maior fonte energética do Brasil, temos a energia eólica, uma das fontes mais limpas do mundo. Como o próprio nome já dá a entender, ela nada mais é do que a energia proveniente da força dos ventos.

Importante aliada ao desenvolvimento sustentável brasileiro, a energia eólica contribui fortemente para a diminuição da poluição. Conforme a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), ela sozinha foi capaz de eliminar a emissão de 21 milhões de toneladas de gás carbônico (CO2)! E não bastasse esse grande marco ao meio-ambiente, a energia eólica, juntamente com a solar, é uma das fontes de energia mais barata do mundo. Ou seja, só ponto positivo para ela!

Windräder, Energia Eólica, Parque Eólico, Nevoeiro
Desde 2019, a energia eólica passou a ser a segunda maior fonte energética do Brasil.

Depois desse texto, você já sabe: sempre quando puder optar por energia renovável, faça isso. Será de grande valia para você, para a natureza e, às vezes, até mesmo para o seu bolso, como é o caso da energia solar. Então, invista nessa ideia, pois o mundo agradece!