Dicas de horta caseira

Dica 1 – Horta Caseira – Vaso auto irrigável

Já pensou em ter uma horta caseira em casa? Pois é, essa ideia está se tornando uma realidade para muitos que se preocupam com o caminhar da indústria dos agrotóxicos. Afinal, a cada dia que se passa, há uma nova notícia sobre mais um veneno liberado para o cultivo dos nossos alimentos. E aí, como fica a nossa saúde nessa história, não é mesmo?

Refletindo sobre essas questões, muitas pessoas passaram a ter a sua horta caseira. No entanto, infelizmente, alguns ficam só na vontade e não avançam com essa ideia e desejo. O motivo? Falta de tempo! Mas essa não será mais uma desculpa para você!

Se você deseja ter uma horta caseira para chamar de sua, mas o tempo não é um forte aliado seu, então aposte nos vasos auto irrigáveis. Como o nome próprio diz, esses vasos possuem uma estrutura que eles mesmos fornecem água para as plantas conforme a sua demanda. Basta você preencher o recipiente de água e aguardar sua verdinha matar a sede até dizer chega e esvaziar tudo. Fácil, não?!

Ou seja, você que viaja, quase nunca está em casa ou que não tem o tempo a seu favor, aposte na ideia dos vasos auto irrigáveis e nunca mais terá desculpas para não produzir mais o seu próprio alimento!

Dica 2 – Horta Caseira – Começar pelos temperos

A quem queira ter uma horta caseira para chamar de sua, mas não sabe por onde começar, seja por falta de tempo ou de prática, a ideia fica só na ideia mesmo e nunca avança. Isso vai mudar agora!

Já pensou em começar a sua horta caseira pelos temperos? Fáceis de cultivar, os temperos não são tão exigentes quanto à exposição do sol, à rega e ao tipo de vaso escolhido. Claro que há a necessidade de tomar certos cuidados, afinal, os temperos são seres vivos e precisam do básico para a sua sobrevivência. No entanto, eles são um ótimo aliado a quem tem boa vontade, mas pouco contato com o mundo da horta caseira por ser bem mais tranquilo de cuidar do que o restante dos vegetais.

Se você for ter seus temperinhos, só tome cuidado com uma coisa: certifique-se de plantar as verdinhas com suas companheiras e não com suas antagônicas. Como assim?! A gente te explica!

Cada planta tem uma amiga, mas tem também uma inimiga. Ou seja, plantas “amigas” crescem melhor juntas, como é o caso do orégano, sálvia, alecrim e tomilho, mas plantas “inimigas” ou antagônicas matam umas às outras, que é o caso da hortelã e da melissa, que vivem muito bem sozinhos, obrigado. Sabendo disso, sua horta estará pronta para começar!

Dica 3 – Horta Caseira – composteira

Já pensou em transformar o seu lixo orgânico em um ótimo solo, rico em nutrientes, para sua horta caseira? Pois é, nós já demos as dicas para quem não tem tempo de cuidar, como também para quem não sabe por onde começar, mas essa dica aqui é útil inclusive para quem já está nesse mundo há um bom tempo. Prazer, eis que lhes apresento a compostagem!

Compostar nada mais é do que transformar o seu lixo orgânico em alimento para suas plantas. De lixo orgânico, entende-se aqui como sendo restos de frutas, legumes e vegetais, borra de café, saquinho de chá e até casca de ovo. Só não incluem aqui os restos de animais e seus derivados, como é o caso do queijo.

Para o processo de compostagem, basta ter uma composteira, que é basicamente um recipiente onde colocará todo o resíduo orgânico gerado. Ali, basta mexer de tempos e tempos que a natureza faz o seu serviço, transformando tudo que iria para o lixo em um ótimo adubo para sua horta caseira. Para facilitar, use e abuse das minhocas californianas. Elas irão devorar tudo o que virem pela frente e, como pode imaginar, defecarão, gerando o húmus de minhoca, um dos melhores adubos existentes no mundo!