50 Atitudes sustentáveis fáceis e práticas para você inserir no seu dia a dia!

Confira a nossa lista de dicas sustentáveis para inserir em seu dia a dia.

Quem ai gosta de dicas? Elas podem facilitar a nossa vida. Por isso, elaboramos uma lista com mais de 50 dicas que são bem simples para você inserir no seu dia a dia e ter uma vida mais sustentável.

Quando falamos em estilo sustentável muitos acham que é necessário uma rotina totalmente nova, mas alguns pequenos hábitos já podem tornar a sua vida e estilo mais sustentável.

Essa lista ajuda você a viver de maneira mais verde e feliz. Dividimos as ações em áreas que representam nossas vidas. Depois nos conte o que achou dessa lista!

E não se sinta obrigado a colocar tudo em prática, afinal são apenas dicas. Vamos para elas então? E comece aos poucos 🙂

Vida sustentável em casa

Confira essas dicas de sustentabilidade para a sua casa.
  • Use iluminação LED ou lâmpadas fluorescentes compactas em vez de iluminação incandescente, pois é comprovado que ela dura mais, o que reduz a necessidade de continuar comprando lâmpadas.
  • Coloque uma camada extra de roupa em vez de ligar o aquecimento.
  • Abra as persianas e use o máximo de luz natural possível antes de ligar as lâmpadas. Vocês todos aproveitam um pouco mais de sol 🙂
  • Desligue as luzes quando sair de uma sala. Não há motivos para deixar a casa toda com luzes acesas!
  • Instale torneiras de baixo consumo de água;
  • Pendure suas roupas molhadas em uma linha ou prateleira de secagem, em vez de usar um secador elétrico.
  • Lave suas roupas à mão, principalmente se você tiver apenas alguns itens para lavar. Não há necessidade de colocar poucas peças na máquina para lavar.
  • Comece a cronometrar seu tempo no banho.
  • Cultive suas próprias ervas, frutas e legumes, mesmo que sejam apenas alguns vasos pela casa, tudo isso ajuda!
  • Desligue seus dispositivos à noite, incluindo sua o wifi.
  • Obtenha um chuveiro que economize mais água.
  • Use fertilizantes orgânicos.
  • Compre papel higiênico reciclado com embalagem sem plástico. Em alguns mercados já podemos encontrar essa opção.
  • Sobre o assunto de banheiros, use papel de rascunho, jornal ou papel higiênico para coletar cocô de animal de estimação.

Rotina sustentável

Que tal andar mais de bicicleta?
  • Compre uma bicicleta em segunda mão e comece a usá-la para ir a qualquer lugar.
  • Suba as escadas em vez do elevador. Isso também funciona como um treino de perna.
  • Use transporte público. Também é uma excelente oportunidade para acompanhar a leitura e outras coisas que você não poderia fazer se estivesse dirigindo. Ouvir podcast é uma ótima maneira de passar o tempo, ou ler um livro.
  • Organize caronas para trabalhar, esportes, eventos e outras atividades. Existem alguns serviços onde você pode encontrar pessoas com quem se deslocar para viagens interestaduais.
  • Se disponível, use serviços de aluguel de bicicleta em sua cidade.
  • Se possível evite usar seu carro e adote uma vida livre de carros. Transporte público, uber são apenas algumas opções;
  • Ou então comece a pensar em veículos movidos a eletricidade.
  • Faça a separação coleta do lixo;

Compras sustentáveis

  • Não use sacolas plásticas, opte pelas de pano;
  • Compre seus produtos a granel nos mercados locais.
  • Evite comprar produtos embrulhados em plástico, opte por um saco de papel.
  • Pare de comprar água engarrafada! 
  • Faça compras em qualquer loja de alimentos a granel. Melhor ainda, leve seus próprios frascos.
  • Leve seus próprios sacos de papel ou um recipiente ao comprar pão fresco em uma padaria.
  • Verifique a embalagem dos produtos;
  • Compre de produtores locais;

 Moda sustentável

Brechós são uma boa aposta de moda sustentável.
  • Compre roupas de brechó sempre que possível.
  • Torne-se um minimalista. Temos um texto sobre minimalismo. Clique aqui para saber mais sobre essa filosofia de vida.
  • Invista em itens de melhor qualidade que duram mais. A moda lenta supera a moda rápida.
  • Apoie marcas de moda éticas e ambientalmente conscientes.
  • Aprenda a encontrar materiais sustentáveis ao fazer compras.
  • Reduza a frequência com que você lava suas roupas.
  • Adapte as roupas velhas como trapos ou doe para alguém, se não for mais possível usá-lo.
  • Adquira habilidades básicas de costura para remendar orifícios e costurar os botões novamente. Ou, então tenha o hábito de levar para costureira. 
  • Transforme roupas velhas em roupas novas. Por exemplo, um vestido que você não usa pode ser transformado em uma blusa ou em uma saia.
  • Compre em lojas de roupas sustentáveis ​​que oferecem serviços de reparo pós-compra.

Sem papel

  • Opte por receber cartas e avisos digitais.
  • Envie convites de festa eletrônicos.
  • Peça aos fornecedores para enviar um recibo por e-mail, em vez de imprimir um para você.
  • Use seu telefone, tablet ou computador para fazer anotações.

Escritório sustentável

  • Colete papel de rascunho em uma bandeja.
  • Desligue o computador antes de sair do trabalho.
  • Livre-se da sua impressora doméstica. Isso o incentivará a procurar uma impressora quando você absolutamente precisar.
  • Se puder vá a pé ao trabalho ou carona compartilhada;
  • Se você precisar de cartões de visita, use uma impressora ecológica.
  • Adicione plantas pequenas ao seu espaço de trabalho.
  • Sempre use impressão em frente e verso sempre que possível.

Para vida mais simples e feliz

Dicas práticas que pode adotar em sua vida.
  • Antes de comprar avalie se realmente precisa do produto ou está comprando apenas para agradar alguém;
  • Faça o aproveitamento da chuva. Temos um texto falando como fazer e funciona. E mais fácil do que você imagina.
  • Diminua o uso de descartáveis.
  • Faça a separação coleta do lixo.
  • Leia mais livros sobre sustentabilidade. Temos uma lista de livro. Clique aqui para ler.
  • Reduza o consumo de água na sua vida;
  • Diminua custos de limpeza, adotando produtos biodegradáveis e receitas caseiras.
  • Não descarte pilhas e baterias em lixo comum:

E então preparado para colocar essas dicas em práticas?

Moda sustentável: é possível ser fashion e ainda ser amigo da natureza

Um das indústrias que mais causam impactos socioambientais é, sem sombra de dúvidas, a da moda. Desde o consumismo exacerbado estimulado pelas tendências até os problemas que envolvem as polêmicas da mão-de-obra escrava das fast fashion, a verdade é que esta indústria provoca diversos ônus tanto ao meio-ambiente como para à sociedade no geral. No entanto, não há como negar que a vestimenta é uma questão importante para diversas pessoas, já que é por meio das roupas que elas transparecem sua personalidade. Se você faz parte desse grupo, está tudo bem! Saiba que é possível sim ser fashion e ainda consumir uma moda sustentável. Se ficou curioso para saber como, então não deixe de ler esse nosso texto!

Shopping, Clothing, Clothes, Woven, Fabric, Shirt
A moda sustentável é a solução para quem quer ser fashion e ainda ser amigo da natureza

Os impactos socioambientais da indústria da moda

Como deu para perceber na nossa introdução, a indústria da moda está longe de ser amiga do meio-ambiente e, de quebra, ainda causa alguns ônus à sociedade como um todo. Então, que tal esmiuçar alguns dos impactos negativos socioambientais que ela pode causar?! Depois de entender a dimensão deles, você com certeza repensará no seu comportamento enquanto consumidor de moda.

1) Indústria têxtil

Os problemas gerados pela indústria da moda começam desde a produção de seus tecidos.A WWF (World Wide Fund for Nature) afirma que o mercado têxtil emite cerca de 1,7 bilhão de toneladas de CO2 anualmente. Fora isso, é estimado um consumo médio de 80l de água para cada 1kg de tecido, o que é uma quantidade absurda versus o volume de tecido fabricado. Com isso, fica evidente o quão pouco ecológica é a indústria têxtil.

Textile, Color, Colorful, Fabric, Texture, Rainbow
Um dos maiores vilões do meio-ambiente no mercado da moda é a indústria têxtil.

Mas calma que tem mais! Não bastassem os dois dados alarmantes citados acima, há ainda o problema relacionado com o tingimento. Para quem não sabe, os os tecidos são tingidos com petroquímicos, cujos danos ambientais são tão óbvios que nem precisamos citar aqui.

2) Resíduos

Já parou para pensar na quantidade de resíduos que a indústria da moda gera?! Se não, então reflita com a gente: cada peça de roupa possui uma modelagem, certo? Claramente, para se chegar a essa modelagem, é necessário fazer cortes e mais cortes no tecido, gerando um mundaréu de retalhos, que nada mais são do que os resíduos têxteis. E a conta a gente já sabe: se 1kg de tecido consome em média 80l de água, então 1kg de lixo têxtil irá consumir exatamente a mesma quantidade. Logo, são 80l de água sendo desperdiçada à toa!

No entanto, tão grave quanto os resíduos têxteis originados da fabricação das peças são os descartes das roupas, que só tendem a crescer à medida que as tendências da moda são modificadas de maneira cada vez mais rápida. Estima-se, por exemplo, que, um caminhão de lixo cheio de sobras de tecido é queimado ou descartado em aterros sanitários a cada segundo! Isso mesmo que você leu! Além disso, o equivalente a .500 bilhões de dólares são jogados fora, por ano, com roupas que mal foram usadas ou quase nunca recicladas. É desperdício atrás de desperdício!

3) Mão-de-obra escrava

Quem não se lembra do escândalo que envolveu a badalada empresa Zara em 2011, quando 15 trabalhadores foram encontrados em condições análogas à escravidão em pleno centro de São Paulo?! Pois é, infelizmente, casos como esse não são incomuns na indústria da moda, principalmente nas redes de fast fashion.

Artisan, Skin, Leather, Couture, Leather Goods
Um dos maiores escândalos da moda é a respeito da exploração de sua mão-de-obra.

Segundo pesquisa divulgada pela fundação Walk Free, a moda é o segundo setor que mais explora pessoas, ficando atrás apenas do ramo de tecnologia. Submetidas a jornadas de trabalho de até 20 horas por dia em pequenas confecções, é essa mão de obra que alimenta grandes redes de varejo das quais somos clientes. Por isso, é importante estar consciente de que o custo da nossa roupa pode ser muito mais alto do que o preço gravado na etiqueta, pois há vidas ali envolvidas.

Moda sustentável: a resposta ecológica para o mundo fashion

Se ficou horrorizado com as consequências da indústria da moda, mas ainda assim não quer deixar de consumi-la, saiba que a moda sustentável pode ser um caminho interessante para você. Também chamada de eco fashion, ela busca questionar todo esse processo degradante de produção e preocupa-se em usar métodos que não produzam ou, pelo menos, minimizem os impactos ambientais.

Selecionamos algumas dicas para você que não tem ideia por onde começar a agir nessa história de se tornar um consumidor de moda mais consciente. Todavia, sempre tenha em mente o seguinte: diferente das fast fashion, a moda sustentável preza pelas peças de boa qualidade, cuja durabilidade é maior e que tenham o uso prolongado.

Blue, Denim, Jacket, Clothing, Fashion, Bag, Backpack
Se você quer ser um adepto da moda sustentável, então as 3 dicas abaixo irão lhe ajudar.

1. Apoie marcas éticas

A dica mais básica de todas é apoiar as marcas éticas. Isso porque, toda vez que você opta por comprar uma peça de uma loja de fast fashion, você está apoiando financeiramente todas essas práticas insustentáveis das quais já falamos. E não é isso que quer, é?!

2. Use os aplicativos a seu favor

No mundo tecnológico de hoje, não seria improvável haver ferramentas que nos ajudariam nesse processo de consumir mais moda sustentável – e é justamente esse o caso o aplicativo Moda Livre, desenvolvido pela ONG Repórter Brasil. Gratuito, ele é um aplicativo gratuito que avalia o envolvimento das marcas de roupa no trabalho escravo e conta com mais de 70 marcas.

3. Invista nas roupas que compra

Não tem jeito: se quer consumir moda sustentável, você terá que desembolsar um pouco mais para isso. Os custos de produzir um tecido com tecnologias mais ecológicas, que minimizam os impactos ambientais, e de valorizar a mão-de-obra, pagando um preço justo pelos serviços prestados, elevam, inevitavelmente, os valores das peças. No entanto, quem não investe em suas roupas, acaba por financiar estas práticas pouco sustentáveis da indústria da moda.

Waiting, Appointment, Schedule, Time, Hurry, Urgent
Os adeptos da moda sustentável não economizam na hora de comprar suas roupas e acessórios.

Além disso, já sabendo dos problemas da indústria têxtil e da enorme geração de resíduos, também é importante atentar-se à qualidade de suas peças para que elas durem por mais tempo. Por consequência, você vai reduzir o seu consumo, deixando não só a natureza feliz, mas também o seu bolso. Ou seja, ser um adepto da moda sustentável traz benefícios para todo mundo!