Um Guia de Vida Sustentável para Locatários e Inquilinos

Todos nós queremos fazer tudo o que pudermos para reduzir nossas pegadas de carbono e viver uma vida mais sustentável, mas isso pode parecer difícil, se não impossível, quando você não possui sua casa ou apartamento.

Pode parecer que as opções disponíveis para os proprietários simplesmente não existem para os locatários. Instalando isolamento, montando painéis solares ou substituindo suas janelas? Provavelmente não é uma opção para o seu apartamento alugado na cidade grande. Em geral, pode parecer que você não tem controle sobre o seu espaço quando está em uma situação de aluguel.

Sustentabilidade em ambientes para locatários e inquilinos

casa sustentável
Um Guia de Vida Sustentável para Locatários e Inquilinos Foto – Pixabay

Os inquilinos nas propriedades de aluguel têm pouco controle sobre a alteração do espaço em que vivem.

Quando se trata de sustentabilidade, no entanto, há muito que pode ser feito como locatário para reduzir o impacto no planeta e contribuir positivamente para a sociedade.

Certamente, os locatários podem não ser capazes de instalar energia solar ou viver completamente fora da rede, mas coletivamente, os esforços individuais, mesmo que pequenos, ainda representam uma grande diferença.

Esteja você alugando um quarto ou todo um imóvel para alugar, eis algumas dicas para ajudar você a ter uma vida mais sustentável.

  1. Mudar paralâmpadas economizadoras de energia – Mudar para lâmpadas economizadoras de energia das incandescentes padrão economiza de 25 a 80% no uso de energia.
  2. Atualize as instalações sanitárias– Considere mudar as cabeças dos chuveiros e pias para instalações de baixo fluxo. Esses equipamentos economizam o uso da água enquanto os hóspedes/locatários tomam banho ou usam a pia sem afetar a pressão da água.
  3. Escolha aparelhos com eficiência de energia– Embora possa ser proibitivo para os proprietários de apartamentos fazer isso casualmente, se você já estiver reformando a cozinha, o banheiro ou as instalações de lavanderia do seu apartamento, considere instalar aparelhos com economia de energia durante a reforma.
  4. Use suprimentos de limpeza naturais– considere comprar suprimentos de limpeza naturais ou à base de plantas (em vez daqueles feitos com produtos químicos agressivos) para manter seu apartamento e fornecer aos seus convidados.

5.Plante um jardim: As plantas da casa são um ótimo começo, mas você pode dar um passo adiante se tiver um quintal. Como sabemos, o plantio de árvores ajuda a converter todo esse CO2 em um ar doce e respirável. Além disso, se você iniciar uma horta, suas plantas poderão ajudar a alimentá-lo.

Vive em um apartamento? Um pequeno jardim de ervas da janela é um ótimo lugar para começar e pode parecer bonito para arrancar.

  1. Considere a compostagem: Para aqueles com espaço ao ar livre, considere uma caixa de compostagem para o desperdício de alimentos. Em vez de colocar as cascas de ovos e restos de vegetais na lixeira, colocá-las em um composto ajudará a reduzir o aterro e a gerar alguns fertilizantes importantes para alimentar suas plantas.

7.Invista em produtos mais ecológicos: Se você precisar comprar aparelhos para alugar, opte por modelos mais eficientes em termos de energia. Quando se trata de produtos de linha branca, como máquinas de lavar e geladeiras, o aparelho deve ser fornecido com um adesivo de classificação de eficiência de energia para ajudar você a entender quanta energia é consumida.

Há ainda outras ideias como:

Instale um chuveiro com eficiência de água

Um chuveiro eficiente em termos de água usa 40% menos água, o que economiza água, energia e dinheiro. A lei é ambígua se você pode ou não fazer isso sem a permissão do proprietário, portanto, mantenha o chuveiro original para poder reinstalá-lo quando se mudar, se necessário. A substituição gratuita de chuveiros antigos, com chuveiros que economizam água.

Colete água da chuva para o seu jardim

Desde um balde sob um buraco de ferrugem na calha até um barril de chuva grande e portátil da loja de ferragens local, existem muitas maneiras de os locatários economizarem água.

Também é visível que muitos locatórios querem morar em uma comunidade que tenha um impacto positivo no meio ambiente, uma construção construída com materiais recuperados, que reduz o consumo de energia e o desperdício.

Eles vivem vidas mais saudáveis, comprando produtos de origem local e se exercitando, meditando, tornando-se veganos e escolhendo produtos de comércio justo, apesar dos custos mais altos. Eles se sentem mais integrados à sociedade e isso leva à decisão de alugar em prédios verdes.

Copos reutilizáveis: iniciando um hábito sustentável

Os benefícios dos copos reutilizáveis podem não ser um conceito totalmente novo. Mas cada vez mais vemos noticiários falando da importância de reutilizar os objetos de forma geral.

Vamos explorar nesse texto a importância de inserir esse hábito em nossa rotina.

  • 1) Reutilização – Os benefícios dos copos reutilizáveis  significa que você pode enchê-lo com sua bebida, lavá-lo e enchê-lo novamente sem necessidade de descartar. Você nunca precisa se preocupar com a degradação dos copos ou jogá-los fora.
  • 2) Sustentabilidade – Como você não joga fora os copos descartáveis diariamente está criando um impacto mais positivo no meio ambiente. Ao usar um copo reutilizável vai auxiliar na sustentabilidade do meio ambiente.
  • 3) Personalização – Você pode desfrutar de um lindo copo de vidro com um design que não nos copos descartáveis.

Então, por que exatamente as pessoas estão mudando para copos de vidro reutilizáveis? O que está acontecendo com os copos descartáveis ​​de papel e plástico que vemos em quase todos os cafés e restaurantes de fast food?

Bem, a resposta é simples: as pessoas estão começando a perceber que o impacto dos copos descartáveis ​​no meio ambiente é bastante devastador.

Para ajudar a enfrentar essa crise maciça de copos descartáveis, os benefícios dos copos reutilizáveis ​​são uma solução prática que contribui para a sustentabilidade. De fato, as vantagens positivas para copos de vidro reutilizáveis ​​são muitas.

Copos de café descartáveis ​​e recicláveis ​​versus reutilizáveis

Copos reutilizáveis
Copos reutilizáveis: iniciando um hábito sustentável Foto – Pixabay

Embora alguns copos possam ser recolocados na cadeia de papel, eles ainda são de uso único. Esses copos são um enorme fardo para o planeta.

Obviamente, outra solução credível para o local de trabalho é a boa e velha caneca de porcelana. A pergunta que fica é Investir em um copo ou garrafa reutilizável realmente reduzirá sua pegada ambiental?

Esta é uma pergunta válida e houve confusão em torno deste tópico, pois existem muitas opiniões diferentes.

O BÁSICO DA COMPARAÇÃO DE USO ÚNICO VS REUSÁVEL

Antes de responder a qualquer pergunta é importante entender por que isso é um debate. Opiniões variadas sobre se os copos descartáveis ​​são piores ou melhores para o meio ambiente do que as alternativas reutilizáveis ​​resultam de comparações injustas.

 

Tipos – diferentes tipos de copos descartáveis ​​(papel, plástico, isopor) têm impactos variados. Da mesma forma, os copos reutilizáveis ​​também. Isso torna difícil fazer declarações gerais como “todos os copos descartáveis ​​são piores que as alternativas reutilizáveis” mas na maioria das vezes a afirmação faz sentido?

  1. Foco– você pode pintar uma imagem diferente, dependendo do aspecto do impacto ambiental em que está se concentrando. Uso de energia, uso de recursos naturais, poluição e emissões, são apenas algumas das diferentes áreas que você pode comparar. Para ser justo, você deve considerar o impacto ambiental completo de descartável e reutilizável, não apenas um aspecto.
  2. Outros– Outras variáveis, como a tecnologia usada para fabricar o copo ou quanto tempo viajou para chegar ao local de venda, também alteram o impacto ambiental.

Eles são indicadores-chave de impacto ambiental

Existem várias variáveis ​​para comparar quando se trata de classificar o impacto ambiental geral de um produto. Aqui estão as três principais áreas e algumas das considerações de cada uma:

  • Produção– O que é preciso para fabricar o produto
    • Insumos de energia e recursos naturais
    • Transporte de matérias-primas e produtos acabados
    • Emissões e outros poluentes da fabricação
  • Uso– Como o uso do produto afeta os seres humanos ou o meio ambiente
    • Impacto na saúde humana
    • Vida útil do produto
    • Impacto ambiental do uso (se houver) – exemplo: lavagem de copos reutilizáveis
  • Pós-uso– Como o descarte do produto afeta o meio ambiente
    • Poluição do meio ambiente natural
    • Emissões de descarte (gases provenientes de decomposição em aterros ou incineração)
    • Custo da reciclagem

(Acho que toda essa parte acima deveria ser substituída por uma analise mais utilizada/validada e citar que existem outras linhas de raciocínio, não vejo nossos leitores se interessando em fazer uma analise dessas…..)

Você sabia?

Copos reutilizáveis

  • Os copos de papel não são recicláveis ​​devido ao revestimento plástico e à contaminação do café? Alguns copos não tem esse revestimento, possuem uma resina biodegradável, acho que aqui vale colocar “a maioria”.
  • A grande maioria dos copos e tampas descartáveis ​​vendidos em cafeterias acaba chegando ao aterro sanitário.
  • Apenas 1-2% dos clientes da Starbucks trazem seu próprio copo, mesmo com um incentivo de 10 centavos de desconto.

Por isso, a medida que nos tornamos cada vez mais conscientes desse impacto ambiental, muitos de nós passamos optar por um copo reutilizável.

Troque seu copo descartável por um copo reutilizável

Se todos usassem sua própria xícara de café reutilizável, não teríamos tanto problema.

Agora existem inúmeros tipos e estilos de copos reutilizáveis ​​para se adequar ao seu gosto. Isso inclui variedades de plástico duráveis, vidro ou cerâmica em praticamente qualquer combinação de cores. Se preferir, pegue uma xícara ou caneca do armário da cozinha de casa.

 

 

Dicas sustentáveis para deixar a casa mais agradável

Cuidar do planeta é responsabilidade de todos, e hoje queremos falar com você sobre a sustentabilidade ambiental em nossas casas. Sim, com pequenos gestos diários, podemos reduzir muito nosso impacto no meio ambiente e, a longo prazo, isso pode se traduzir em economia de energia e de recursos consideráveis.

A preocupação com o meio ambiente e as consequências provenientes da mudança climática transformaram a consciência da sociedade mundial, resgatando a “consciência verde” e implementando medidas sustentáveis em áreas como indústria, economia e até habitação.

Qualquer um pode cuidar do planeta a partir de sua própria casa, sem a necessidade de grandes reformas, mas com pequenos gestos e mudanças na rotina. Vamos então as nossas dicas sustentáveis:

 

1- GERAR A MAIS BAIXA QUANTIDADE DE RESÍDUOS.

Dicas sustentáveis
Dicas sustentáveis para deixar a casa mais agradável – Foto Pixabay

Tentar criar a menor quantidade de resíduos possível é um dos passos mais importantes em uma casa ecológica. Um bom método para gerar menos desperdício e fazer mais uso de cada uma das sacolas é compactar o lixo.

Podemos comprimir os resíduos para que ocupem menos espaço. Nesse caso, para o lixo orgânico é indicado o uso de composteiras. E optar pelas sacolas de pano reciclável ao invés de usar as de plástico.

2- RECICLAR O QUE NÃO PODEM TER OUTRO USO.

Se tivermos vidro, plástico ou outros materiais que não possam ter uma segunda vida, teremos que reciclá-los. Uma boa maneira de reciclar é ter um espaço para isso, ter um local específico onde o lixo seja separado e organizado de acordo com se é orgânico, plástico, papelão ou vidro.

Assim, nos acostumaremos com o trabalho de reciclagem e, naturalmente, faremos isso diariamente. Tornar esse espaço atraente e confortável também facilitará a reciclagem e a conscientização.

3- COMPRE ALIMENTOS MAIS ECOLÓGICOS E NOS MERCADOS DO SEU BAIRRO.

Dicas sustentáveis
Dicas sustentáveis para deixar a casa mais agradável – Foto Pixabay

O simples ato de comprar alimentos orgânicos e a granel já é um avanço para o consumidor. Além disso, você estará apostando em uma dieta mais saudável e de qualidade. Esse tipo de alimento orgânico é muito mais ecológico e não sofreu modificações genéticas.

Outro fato a ser lembrado é que muitos dos produtos que consumimos em supermercados estão diretamente relacionados à exploração de pessoas. Portanto, é uma boa alternativa comprar certos itens do comércio local, quando isso é possível. Compre também produtos sazonais nos mercados do seu bairro.

4- EVITE USAR E ELIMINAR DISPOSITIVOS

Usar guardanapos de pano nos impedirá de desperdiçar ou contaminar com os guardanapos de papel típicos com os quais estamos acostumados. Os guardanapos de pano também são muito confortáveis, estéticos e completamente ecológicos, além de muito mais agradáveis ​​que os de papel.

O mesmo vale para talheres, copos plásticos ou as sacolas que usamos para transportar lanches ou almoços. É muito fácil ficar sem eles e encontrar uma solução ecológica durável.

5- EVITE O PLÁSTICO

Dicas sustentáveis
Dicas sustentáveis para deixar a casa mais agradável – Foto Pixabay

Atualmente, é um pouco complicado adquirir muitas coisas sem embalagem plástica, mas não é impossível. Sempre que pudermos teremos de evitar os recipientes de plástico. Tente não comprar sacolas plásticas desnecessárias e, se houver alguma em casa, use-as bem e não coloque ela diretamente no lixo.

7.Consciência verde nos fogões

Dicas sustentáveis
Dicas sustentáveis para deixar a casa mais agradável – Foto Pixabay

Ajudar o planeta pode ser até cozinhado. Use a panela de pressão sempre que possível, pois ela consome metade do gás. E não abra o forno quando estiver sendo usado, pois reduz a temperatura dentro dele em cerca de 20ºC; e aproveite o calor residual da placa e do fogo, desligando-o alguns minutos antes que a comida esteja pronta.

Para a máquina de lavar, é importante lembrar que a água fria é a maneira menos prejudicial para o meio ambiente, enquanto o secador é melhor evitar a todo custo.

8.Boas janelas são um investimento para o futuro

Dicas sustentáveis
Dicas sustentáveis para deixar a casa mais agradável – Foto Pixabay

Investir em boas janelas também ajuda. Uma dica é optar por boas janelas de PVC. O melhor sistema de abertura para garantir um bom isolamento é o praticável (também chamado de dobragem). Sem brincadeira, com boas janelas, as perdas de energia que ocorrem através da janela podem ser reduzidas em até 70%.

Instalar boas janelas não pode ser considerado uma despesa como tal, mas sim um investimento a médio e longo prazo, pois, graças a elas, economizaremos muito dinheiro em nossa conta de energia e obteremos conforto e bem-estar.

9.Instale painéis solares fotovoltaicos:

A energia solar é uma fonte de energia limpa e renovável. Os painéis solares são uma tecnologia emergente para pessoas que desejam usar a energia natural do sol.

Os painéis solares podem ser caros no começo, mas agora existem preços muito competitivos. As economias de longo prazo que eles podem gerar no seu bolso são impressionantes.

A localização da sua casa e a maneira como os painéis solares são construídos podem determinar quanta energia você pode obter.

  1. Instale sistemas de captação de água da chuva
Dicas sustentáveis
Dicas sustentáveis para deixar a casa mais agradável – Foto Pixabay

Ao construir ou reformar sua casa, instale um coletor de água da chuva nos telhados e guarde-o em um tanque. A água coletada pode ser usada para outros fins, como banheiros e sistemas de irrigação.

  1. Iluminação LED:

As lâmpadas LED consomem menos energia e duram mais do que as lâmpadas incandescentes tradicionais e até lâmpadas eficientes em termos energéticos . Eles oferecem economia significativa de custos a longo prazo, o que pode ser ideal para sua nova casa ecológica.

  1. Acessórios para economizar água:

Torneiras com perlizadores

são alguns dos acessórios que você deve levar em consideração para ter uma casa sustentável, pois esses acessórios ajudam a economizar água. 

Aprenda a captar e armazenar água da chuva

Água! Sem ela não vivemos, mas é incrível como acreditamos que ela não é escassa. Mas a falta de água já é realidade em alguns países.  Em áreas da África e pontos turísticos no sul da Europa e no Mediterrâneo, estes já sofrem com essa realidade.

Em nossas residências, o consumo de água deve ser moderado para evitar o desperdício.

A água, este líquido puro, incolor e tão necessário para a vida humana e do planeta não é infinito. O uso indiscriminado e o abuso de nossos recursos naturais trouxeram inúmeros problemas ao meio ambiente. Por esse motivo, não podemos ser indiferentes e deixar a responsabilidade para o resto.

Desperdício da água

Embora exista em abundância, a água é um recurso do qual depende o avanço e o desenvolvimento da humanidade. É usada para beber, para a higiene pessoal, para o lazer, indústria, entre outros.

É precisamente esse uso excessivo acompanhado pela exploração de aquíferos, poluição ou desmatamento que faz com que a água comece a se tornar escassa e com a qual devemos nos preocupar.

Por isso, é bom adotar medidas que diminuem o desperdício de água. E por que não começar em seu dia a dia? Nossa sobrevivência gira em torno da água e suas propriedades hidratantes. Dias sem água é suficiente para danificar os rins e, subsequentemente, levá-lo à falência de múltiplos órgãos. 

Todo o dinheiro, toda a riqueza, todas as coisas materiais deixarão de ter importância se a própria essência que nos mantém vivos se tornar escassa. Portanto, se houver outra guerra novamente pode ser pela água, advertem muitos especialistas. E será letal para nossa espécie.

Dessa forma, a captação de água da chuva é uma das maneiras eficientes de economizar e reutilizar a água.

Por que capturar e armazenar água?

A água é algo essencial em nosso dia a dia.

Que a água precisa ser conservada não é uma afirmação que precisa ser enfatizada. Como cidadãos responsáveis, temos certeza de que você está ciente da necessidade de economizar a preciosa água doce que nos resta.

Nossa natureza possui um ciclo que purifica naturalmente a água que perdemos antes de devolvê-la ao solo. É por isso que se diz que a precipitação oferece a forma mais pura de água natural. Então, como podemos fazer o melhor uso da água da chuva?

Como captar e armazenar água?

Capturar e armazenar a água da chuva do meio ambiente representa uma opção real para fornecer às pessoas água de maneira constante, viável e econômica, especialmente nas regiões onde as fontes de água superficial e subterrânea são exploradas ou contaminada. Mas também até mesmo onde há muita precipitação de água, essa pode ser uma maneira de captar e aproveitar água da chuva para, por exemplo, regar as plantas, limpar a casa, entre outros.

Como fazer?

A coleta de água poupará dinheiro em suas contas de água e reduzirá sua dependência da água da torneira. Um sistema de captação de água bem projetado também diminuirá suas necessidades de irrigação.

Tudo o que você precisa para um sistema de captação de água é chuva e um local para captar. Um sistema simples é desenvolvido contornando e modelando as áreas da terra, para que a água flua diretamente para a vegetação. Um sistema mais sofisticado possui armazenamento para capturar água para uso posterior.

Em casas:

A água que é captada da chuva pode ser usada para limpar a casa

• Podem ser usadas cisternas que se apresenta na forma kit feito em plástico ou também a utilização de tanques. Hoje existem diversos modelos e você pode optar aquele que melhor se encaixe para o seu orçamento;

• Os tanques podem ser colocados no chão, ao lado da casa para receber água da chuva que cai do telhado e foi desviada para eles;

• Telhados de metal corrugado ou estanho são os melhores para captar água da chuva;

•  Telhados de chumbo, amianto ou alcatrão contêm produtos químicos que poluem a água. 

• Verifique se o tanque está limpo e nunca foi usado para armazenar substâncias tóxicas, como óleo ou pesticidas.

•Materiais que normalmente são usados: canos, bombona, caixa de água, cisterna, torneira, e outros equipamentos. Você pode mesmo fazer em casa ou contar com ajuda de um profissional.

Em apartamentos:

• Podem ser usados baldes para captar água da chuva e a água pode ser usada para irrigar as flores ou lavar a casa;

Dicas para economizar água em casa

Confira dicas para economizar água na sua casa

Captar e armazenar água é bom, mas também é recomendado economizar água. O banheiro e a cozinha são os locais da casa onde há uma torneira e onde fazemos o maior uso da água. Confira as nossas dicas para economizar água em casa!

  •  Feche as torneiras sempre que não as usar mesmo que pareça pouco. Faça isso enquanto ensaboa os cabelos, escova os dentes, esfrega os utensílios de cozinha, faz a barba;
  • Economize água no chuveiro. Dependendo do banho, o chuveiro pode gastar 50% menos. Um chuveiro com menos 5 minutos de banho economiza cerca de 3.500 litros por mês;
  • Utilize os aparelhos com eficiência: coloque a máquina de lavar roupa, a lava-louças e similares sempre que estiverem totalmente cheios. Caso contrário, use meia carga ou ciclos curtos.  Colocar a máquina de lavar com roupa cheia pode economizar de 2500 a 2800 litros por mês;
  • Se você tem um jardim ou horta, aproveite também para coletar água da chuva. Regue suas plantas ao amanhecer ou ao anoitecer, porque isso impedirá que a água evapore antes de ser absorvida. Não limpe o chão com mangueira, use uma vassoura;
  •  Corrija imediatamente qualquer vazamento de água: uma torneira com vazamento pode significar até 40 litros de água por dia.
  • Para torneiras e chuveiros: utilize dispensadores e arejadores que reduzem o fluxo de água;
  • Cisterna: instale uma que permita medir a quantidade de água descarregada. Outra opção é colocar duas garrafas de água de 0,5 litro cheias para economizar em cada descarga ou um redutor de tanque.

Dicas para economizar água na cozinha

  • Deixe a água da torneira correr apenas para lavar a louça e fechar a torneira enquanto ensaboa;
  • Evite que as torneiras vazem quando você não as estiver usando;
  • Lave as frutas e legumes em uma tigela e não sob a torneira aberta. Para descongelar os alimentos, você pode fazer o mesmo;
  • Mergulhe as panelas e frigideiras alguns minutos antes de esfregá-las para evitar desperdício desproporcional de água;

Referência: Super Sustentável