Aplicativos para ajudar você a viver uma vida mais sustentável

Sustentabilidade é a palavra-chave do nosso tempo e, graças à tecnologia, está se tornando fácil inserir a tecnologia em nosso dia a dia aliada a sustentabilidade, e isso é possível com os aplicativos.

Queremos ser informados, fazer a coisa certa para o planeta e queremos combater as mudanças climáticas.

Mesmo querendo ter uma vida sustentável, ao mesmo tempo, todos temos que acordar todos os dias, trabalhar e socializar com nossos amigos, colegas e famílias.

Às vezes, “viver de maneira sustentável” soa como um trabalho extra, e por vezes até caro, e assim fica difícil inserir em nosso dia a dia.

No entanto, ao percorrer nosso feed do Instagram ou verificar nossos e-mails de trabalho, poderíamos desfrutar de aplicativos incríveis e criações virtuais desenvolvidas apenas para nos ajudar a alcançar um estilo de vida mais sustentável sem muito esforço.

Embora gostemos de aplicativos em nossos dispositivos móveis não podemos esquecer que eles próprios são um problema não resolvido na arena da sustentabilidade.

A energia necessária para manter vivo nosso sistema móvel digital em breve terá uma pegada de carbono maior do que toda a indústria da aviação.

Portanto, ao tentar oferecer suporte a soluções alternativas para esse aspecto, vamos usar nossos dispositivos móveis para seguir um estilo de vida mais consciente e saudável.

Quando se trata de se sentir mais confortável em um estilo de vida consciente, qualquer ajuda é boa para se sentir bem com nossas escolhas diárias.

Como os aplicativos podem ajudar na sustentabilidade?

Aplicativos
Aplicativos para ajudar você a viver uma vida mais sustentável Foto – Pixabay

 A grande novidade é: a ajuda está aqui! Só precisamos saber como usar.

Esses aplicativos ajudarão você a entender onde prestar atenção em suas ações diárias, onde você está indo para o bem do meio ambiente, e onde há espaço para melhorias.

Nunca esqueça que cada mudança precisa de paciência e tempo, seja gentil com Consigo mesmo e com aqueles que o rodeiam e aceite que eles podem ter hábitos diferentes dos seus.

Por isso, neste artigo escolhemos para você os melhores aplicativos para ajudá-lo a viver de maneira mais sustentável.

As cidades e sua dinâmica inerente nos deram um desafio importante e quase obrigatório: encontrar modos de vida mais sustentáveis. 

 Uma maneira prática é começar pelos celulares. Embora seja verdade, esses artefatos são objetos cuja produção é insustentável; no entanto, o uso desta e de outras tecnologias pode alcançar mudanças maciças de consciência para obter cidadania mais sustentável.

Aplicativos que ajudam a ter uma vida mais sustentável

Aplicativos
Aplicativos para ajudar você a viver uma vida mais sustentável Foto – Pixabay

Aqui estão alguns aplicativos para ajudar você a ter uma vida mais sustentável:

Pegada Hydros: é um aplicativo desenvolvido para Android e iOS que ajuda o usuário a economizar água.

Aplicativos
Aplicativos para ajudar você a viver uma vida mais sustentável Foto – Divulgação

Ele calcula a quantidade de água que você consome no dia a dia em atividades diárias, como banho, louça, escovação dos dentes, lavagem de roupa, lavagem de quintal e outras atividades. Disponível para iOS e Android – Grátis.

Casa Virtual:  é um aplicativo que simula o consumo dos seus aparelhos elétricos. Ele calcula em tempo real quanto está gastando de energia em eletrodomésticos e luz. Além disso, você recebe dicas para reduzir o consumo. Está disponível para Android e IOS, grátis.

Green Tips: reúne 150 dicas para quem quer reduzir a emissão de carbono diária em atividades simples, como água, lixo.

Mapa de Feiras Orgânicas: aplicativo criado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), em parceria com o Idec, abrange cidades do Brasil inteiro, mostrando feiras em cada dia da semana e como funcionam. O app está disponível para Android e iOS.

Banho Rápido: uma boa solução para reduzir o desperdício debaixo do chuveiro: basta informar no aplicativo suas atividades no banho (como lavar o cabelo e uso de condicionador) e ele dá um cronômetro com um tempo para cada ação.

Aplicativos
Aplicativos para ajudar você a viver uma vida mais sustentável Foto – Pixabay

Rota da Reciclagem e Relix: Não sabe onde descartar lixo como papel, plástico e óleo de cozinha? Com o GPS do celular ativado, esses dois aplicativos conseguem encontrar pontos de coleta de lixo reciclável ou então facilitar o encontro com catadores de lixo ou cooperativas.

O Carbon Z (grátis, disponível apenas para Android), por exemplo, calcula a emissão de CO2 de pessoas, empresas, indústrias e até eventos, mostrando quantas árvores você precisa plantar para neutralizar seu impacto.

Cidade Verde: Criado pelo Discovery Kids,  é um jogo que faz com que as crianças aprendam a reciclar, poupar energia, poupar água e diminuir a emissão de CO2 com muita diversão.

Hoje vimos como as novas tecnologias nos ajudam em todos os aspectos da vida cotidiana, especialmente na saúde e bem-estar. E, graças ao fato de facilitarem a atividade diária, optamos cada vez mais por baixar aplicativos móveis que melhoram nossas vidas, Android e iOS – de graça, é claro.

À medida que percorremos a cidade, a tecnologia pode ser uma ótima ferramenta para nos informar sobre o que está acontecendo em nosso ambiente. Dessa forma, é possível tomar melhores decisões e, assim, facilitar nosso dia a dia.

Hoje é muito difícil entender nossa sociedade fora do conceito digital. Somos nativos digitais e, como tal, atribuímos grande importância à aparência dessa tecnologia. Não concebemos uma sociedade sem tecnologia, pois tornou a vida muito mais fácil para nós.

Além da tecnologia em geral, os aplicativos móveis também fazem parte desse processo, o de melhorar e facilitar a nossa vida.  Vivemos uma época em que estamos acostumados a clicar em um ícone para iniciar qualquer tipo de atividade. O que seria um celular ou um computador sem aplicativos?

E então? O que achou das nossas sugestões?

Referência: Viva a longevidade

Experiências simples de ciência em sustentabilidade para fazer em casa com crianças

Sustentabilidade é uma palavra grande e um conceito ainda maior para as crianças entenderem. Mas é importante ensinar a elas o que significa e como contribuir para ajudar o meio ambiente e o planeta.

Comece modelando o básico, como minimizar o lixo (o primeiro “R” no mantra de sustentabilidade “Reduzir, reutilizar, reciclar”!) E talvez plantar e regar seus próprios vegetais. Dê um passo adiante com essas atividades divertidas e educacionais de sustentabilidade para crianças.

Dicas de sustentabilidade

Confira as dicas que separamos para vocês:

  1. Faça da reciclagem um jogo

Se você já possui caixas separadas para lixo e reciclagem, transforme a reciclagem em um jogo de classificação. Designe caixas diferentes para produtos de papel, plástico, latas e vidro – você pode até imprimir ou criar seus próprios letreiros para colocar nas caixas, com fotos de itens comuns que apareceriam em cada uma delas. Então, faça a classificação!

  1. Compostagem

A compostagem não é apenas ecológica; também é um projeto científico interessante. Mantenha a bandeja do lado de fora e siga estas instruções rápidas:

  • Alinhe o fundo da lixeira com galhos, cubra-os com folhas e adicione um pouco de água.
  • Adicione restos de comida, como cascas de cenoura e batata, miolo de maçã, borra de café, casca de ovo e crosta de pão sobre as folhas e, novamente, adicione um pouco de água
  • Folhas e restos de comida alternativos algumas vezes
  • Quando a lixeira estiver cheia, misture tudo a cada semana
  • Observe como tudo muda e começa a quebrar
  • Após 3 a 12 meses, use seu composto no jardim ou em vasos de plantas
  1. Use materiais reciclados para projetos de arte
sustentabilidade
Experiências simples de ciência em sustentabilidade para fazer em casa com crianças Foto – Pixabay

No dia anterior ao lixo e ao dia da reciclagem, faça uma caça ao tesouro de reciclagem. Examine cuidadosamente os materiais a serem descartados e reserve toalhas de papel vazias ou rolos de papel higiênico, recipientes de plástico, caixas de alimentos, outros cartões, revistas e catálogos, caixas de ovos e qualquer outra coisa de interesse. Coloque tudo, juntamente com fita adesiva, cola, tinta, lápis de cera e marcadores, e comece a criar.

  1. Decore suas próprias sacolas

Quem disse que as sacolas precisam ser chatas? Use marcadores de tecido, tinta inchada e adesivos para passar roupas para decorar suas malas. E se o seu supermercado permitir, use-os na próxima vez que for às compras. As sacolas de tecido podem ser recicladas e personalizadas.

  1. Desafie sua família a andar em vez de dirigir.

Além de caminhar ser melhor para o meio ambiente, também oferece a todos um bom exercício. Se as circunstâncias permitirem, caminhe em vez de dirigir até o supermercado ou a farmácia. Traga uma sacola e, ao longo do caminho, procure pedrinhas, como um exemplo de atividade. Quando chegar em casa, fale sobre como as pedras se sentem e tente empilhá-las, pintá-las ou contá-las.

Essa é uma ótima maneira de chamar a atenção explícita de como o consumo individual de cada pessoa (não importa quão pequena ela seja) afeta a sustentabilidade e contribui para a diminuição da capacidade de desperdício do nosso planeta.

6.Registro de viagem

sustentabilidade
Experiências simples de ciência em sustentabilidade para fazer em casa com crianças Foto – Pixabay

Em conjunto com a exploração da pergunta “Qual é minha pegada de carbono?”, peça aos filhos que registrem suas viagens por alguns dias ou uma semana.

O tipo de dados que eles capturam para cada viagem pode incluir:

  • modo de transporte
  • a distância da viagem
  • Número de passageiros
  • e possíveis modos de transporte alternativos.

As crianças podem coletar e examinar. Depois de apresentar suas descobertas em representações visuais, como tabelas, gráficos de colunas ou gráficos de figuras, discuta o que os resultados podem significar em termos de conhecimento e atitudes em relação à sustentabilidade.

7.Dia sem energia

Desafie seus filhos (e você mesmo!) a ficar sem energia por um dia … Ou talvez apenas uma manhã, se você sentir que um dia inteiro seria muito desafiador!

Essa atividade atrairá rapidamente a atenção das crianças para a infinidade de itens que eles usam e requerem energia. Luzes, calculadoras, computadores, iPads, quadros interativos e aparelhos de ar condicionado estão disponíveis todos os dias!

Incentivar uma mentalidade ambientalmente consciente

sustentabilidade
Experiências simples de ciência em sustentabilidade para fazer em casa com crianças Foto – Pixabay

Ajude seu filho a entender a sustentabilidade e as práticas ambientalmente amigáveis ​​desde tenra idade. E lembre-se, seu impacto pode parecer pequeno, mas um pouco vai longe.

Permitir que as crianças participem de experiências ambientalmente relevantes ajuda-as a entender como cuidar da Terra. Também é uma ótima maneira de incutir traços de caráter como bondade e amor por nosso planeta.

Dessa forma, as crianças se familiarizarão com o ambiente por meio do aprendizado baseado em jogos. Isso ajuda as crianças a entenderem seu papel como administradores do meio ambiente.

E mais, por meio da descoberta do meio ambiente, as crianças aprenderão a agradecer e respeitar a terra e as nobres obras dos agricultores. Além disso, também pode inspirar a próxima geração de cuidadores ambientais.

Lixeiras de compostagem, reciclagem e segregação de lixo são três grandes exemplos de educar as crianças em seu papel como jovens protetores da Terra.

Como resultado, as crianças adoram fazer essas atividades ecológicas mais depois de descobrir que estão fazendo algo de bom para minimizar o desperdício e salvar nosso planeta.

Com todos esses benefícios, as crianças não apenas se desenvolverão em todos os aspectos, mas também adquirirão novos hobbies sustentáveis, desfrutarão de uma conexão duradoura com o meio ambiente e aprenderão mais sobre como ter um impacto mais positivo no mundo.

Acompanhe os produtos comercializados pelo Greenfrog no site.

Como lavar roupa de forma mais sustentável

Pequenas atitudes podem deixar o nosso dia mais sustentável. Até mesmo para lavar roupa, pequenas dicas podem fazer a sua roupa durar mais e você contribuir com o meio ambiente. Basicamente, estamos falando de três impactos negativos para reduzir: consumo de energia, recursos naturais e resíduos.

É possível lavar roupa de forma mais sustentável?

sustentável
Como lavar roupa de forma mais sustentável

Calcula-se que, quando lavamos e secamos as roupas, usamos 80% da energia consumida ao longo do ciclo de vida da peça. Na maioria dos casos, a energia elétrica derivada do uso de eletrodomésticos é obtida emitindo gases de efeito estufa na atmosfera.

Quanto aos recursos naturais, menção especial para a água. Um elemento essencial para a vida que está diminuindo e piorando sua qualidade com passos leves.

Por último, mas não menos importante, devemos falar sobre os resíduos gerados em cada lavagem. O consumo de detergentes e amaciantes convencionais gera resíduos que chegam aos mares e rios do nosso planeta.

Por serem compostos de ingredientes de origem petroquímica, dificilmente biodegradáveis ​​e nem sempre tratáveis ​​em estações de tratamento, contaminam os recursos hídricos, ameaçam a fauna aquática e causam maus odores.

Como fazer uma lavagem mais sustentável

É possível realizar uma lavagem mais sustentável e eficaz, levando em consideração as seguintes dicas:

  • Como dissemos, dê vários usos às suas roupas antes de colocá-las para lavar. Você também economizará tempo nas tarefas domésticas e isso nunca é demais.
  • Ao colocar a máquina de lavar, coloque-a em carga máxima. Dessa forma, enquanto reduz as lavagens, você economiza energia e água. Se você pode separar as roupas por cor e sujeira, também pode dosar e selecionar programas melhor, tornando a lavagem mais eficiente.
  • Sempre lave a baixa temperatura e, se tiver manchas difíceis, trate-as primeiro com produtos de limpeza específicos. Ao não aquecer a água, você economizará recursos energéticos, as roupas ficarão menos enrugadas e não será necessário passar a ferro.
  • Compre aparelhos com a mais alta classificação energética (A +++) e com ciclos de lavagem mais curtos. Você reduzirá a conta de água e o consumo de energia. Também é importante manter a máquina de lavar em boas condições. Limpe o filtro e o tambor periodicamente e isso ajudará a operação correta do aparelho e economizará energia.
  • Use detergentes orgânicos feitos a partir de ingredientes biodegradáveis, 100% naturais e de origem vegetal. Enquanto lavam, protegem e prolongam a vida útil das peças, cuidam da saúde e da pele em contato com as peças e respeitam o meio ambiente, pois seus resíduos são biodegradáveis ​​e compatíveis com o meio ambiente.Entre sabonetes ou detergentes ecológicos, sempre aposte nos à base de sabão tradicional, que, além da limpeza em profundidade, deixam naturalmente as roupas macias , evitando o uso desnecessário de amaciantes (poluindo a roupa por meio da lavagem). Para se certificar de que são produtos orgânicos, sempre procure uma certificação oficial na etiqueta que a verifica (não se deixe enganar pela lavagem verde).
  • Como dissemos, melhor do que usar um amaciante ecológico é não ter que usar nenhum tipo de amaciante.
  • Se você é um daqueles que gosta de usar amaciador devido ao cheiro que permanece na roupa, procure um detergente ecológico com óleos essenciais. Dessa forma, a roupa sairá igualmente suave e com perfume natural (e você evita muito perfume sintético e seus fixadores correspondentes nos tecidos).
  • Como vimos, um detergente ecológico limpa e cuida de suas roupas, mas se você tiver roupas ou tecidos especiais ou delicados, neste caso, recomendo não usar detergente, mas sabão, pois é ainda mais natural e suave. Hoje existem opções de sabão líquido para lavar roupa no mercado para uso direto na máquina de lavar, como se fosse um detergente. Suas roupas delicadas não poderiam ser mais cuidadas.
  • Dose racionalmente, usando a quantidade de detergente recomendada pelo fabricante,dependendo da sujeira, kg de roupa seca e dureza da água. Não usando mais produtos, as roupas ficarão mais limpas.
  • Roupas secas ao ar livre. As roupas serão mais brancas e o alto consumo de energia dos secadores será reduzido.
  • Pendure as camisas úmidas diretamente nos cabides, dessa forma, devido ao peso do tecido úmido, as roupas secam mais suavemente e evitam, ou reduzem consideravelmente, o processo de passar a ferro, também com impacto energético.

COMO LAVAR SUAS ROUPAS DE MANEIRA ECOLÓGICA

Estas são algumas das recomendações de lavagem que compartilhamos no projeto e que mais gostamos:

1. Lave a baixas temperaturas

Sempre que possível, é recomendável lavar a baixas temperaturas (30º) para economizar energia e maximizar seus cuidados. A temperatura indicada na etiqueta é geralmente a máxima, não a ideal.

2. Não passe se não for necessário

Em muitas ocasiões, selecionar o programa de vapor da lavadora de roupas será mais que suficiente. Se você pode evitá-lo, esqueça de passar !

3. Evite lavar a seco

Sempre que possível, minimize a limpeza a seco , sendo um processo químico muito forte. Você economizará dinheiro na lavanderia e o meio ambiente agradecerá.

sustentável
Como lavar roupa de forma mais sustentável Foto – Pixabay

Cuidar de roupas parece um hábito que você associa a mães e avós? Numa época em que nos parece que o tempo não é suficiente e onde tudo é facilmente descartável e substituível, a atenção prestada ao cuidado de nossas roupas parece ser uma coisa do passado.

Mas pouco a pouco, ressurge a necessidade de um vínculo mais saudável e sustentável com tudo o que temos, para recuperar hábitos perdidos, vinculados ao cuidado e à reavaliação de nossos pertences, buscando prolongar seu ciclo de vida e alcançar um estilo de vida mais consciente.

Essas ações simples nos permitem fechar um ciclo de vida totalmente sustentável das roupas, gerando um impacto mínimo no meio ambiente. Não há nada melhor do que consumir moda sustentável com responsabilidade.

Plantas no espaço de trabalho reduzem stress e ajudam no home office

O ambiente de trabalho em que você passa o dia a dia influencia e muito sua produtividade. Um ambiente com boa energia ajuda a reduzir os níveis de estresse e torna o seu dia de trabalho mais suportável. E talvez você não tenha pensado nisso, mas até as plantas têm seu papel.

Ultimamente, as plantas deixaram de ser seres inertes que estão apenas nos cantos da casa ou do escritório apenas para decoração. Antes, eles tinham o hábito de comprá-los para estética ou porque sabiam que ajudava a purificar o ambiente. No entanto, as plantas têm muitos benefícios que vão além de dar vida a um lugar.

Importância das plantas

plantas no escritório
Plantas no espaço de trabalho reduzem stress e ajudam no home office Foto – Pixabay

As plantas não apenas oxigenam o ambiente do escritório, mas também o tornam mais fresco, o que ajuda a clarear a mente, a permitir que a criatividade flua e a diminuir o estresse dos trabalhadores. Elas também colaboram para dar personalidade a cada espaço.

As plantas permitem que você se conecte com emoções positivas, que geram uma mudança no humor das pessoas. Passar um pouco de tempo sob seus cuidados permite que você esqueça os problemas que o atormentam diariamente.

Por exemplo, você pode dedicar 15 minutos por semana para regá-la, limpá-la e remover o solo. Se a espécie exigir, você se sentirá mais produtivo e poderá usá-lo como seu momento de relaxamento.

Os benefícios, físicos e psicológicos são evidentes em vários estudos científicos. Desde melhorar a qualidade do ar até aumentar a produtividade. Aqui, mostramos razões para ter plantas no escritório.

Redução do estresse

A introdução de plantas em seu ambiente de trabalho reduz o estresse. Os prédios de escritórios e os ambientes parecem mais calmos e simplesmente um lugar melhor para estar quando as plantas estão presentes. Essas lugares ficam mais interessantes, coloridos e relaxantes.

Os efeitos não são apenas psicológicos; os efeitos fisiológicos, como baixar a pressão arterial, também são benefícios comprovados de um escritório mais ecológico.

As plantas também nos permitem perceber melhor o ambiente porque nos sentimos mais confortáveis ​​e isso, por sua vez, reduz o estresse.

As plantas são ideais para decorar espaços, como casa e trabalho. Além disso, está comprovado que elas têm grandes benefícios na saúde e no bem-estar das pessoas. Por sua vez, algumas favorecem o fluxo de energia positiva, reduzindo os estados de estresse, gerando paz e harmonia no local.

Vários estudos apoiam os efeitos positivos das plantas. Por exemplo, o Feng Shui – uma antiga disciplina chinesa que significa literalmente ‘água do vento’ -, aponta que o habitat em que vivemos afeta consideravelmente nossa saúde física e mental.

Por esse motivo, atribuir uma importância especial ao poder das árvores e plantas para gerar harmonia à nossa volta; uma vez que elas têm a capacidade de trazer boa sorte para o lar e aumentar nossa criatividade e a produção dos chamados hormônios da felicidade (como a serotonina ou a ocitocina).

Benefícios das plantas no escritório

plantas no escritório
Plantas no espaço de trabalho reduzem stress e ajudam no home office Foto – Pixabay
  1. Aromas naturais: As plantas e as flores são a maneira mais natural de dar sabor à nossa casa, por isso evitamos comprar aromas artificiais poluentes.
  2. Melhore o humor:cuidar das plantas, regá-las, podá-las e observá-las crescer e florescer acentuadamente melhora o humor e reduz a depressão.
  3. Relaxar:As cores e o aroma das flores e plantas influenciam o aspecto emocional. As flores com cores mais vivas transmitem mais energia para nós, enquanto as plantas verdes em tons mais suaves proporcionam relaxamento e tranquilidade.
  4. Purificam o ar:durante o processo de fotossíntese, as plantas absorvem o dióxido de carbono e o transformam em oxigênio, produzindo energia limpa necessária para o processo respiratório do ser humano.
  5. Elas ajudam a respirar melhor: as plantas aumentam a umidade e reduzem a secura do ambiente, o que nos ajuda a respirar melhor.
  6. Remédios naturais:algumas plantas têm propriedades terapêuticas, como aloe vera, ou podem ser usadas para temperar alimentos, como alecrim ou orégano.
  7. Reduzir a eletricidade estática:As plantas fornecem umidade e reduzem a eletricidade estática.
  8. Reduza a sensação de fadiga:As plantas capturam poeira e removem agentes patogênicos, reduzindo sua presença no ar em 20%, o que diminui a sensação de fadiga devido a uma atmosfera carregada.
  9. Reduza o ruído:reduza o ruído, especialmente em locais fechados e com piso duro.
  10. Enfrentar a poluição e reduzir a poluição:As plantas absorvem gases prejudiciais e transformá-los em nutrientes, melhorar o ar que respiramos e reduzir a poluição.
  11. Produtividade:Elas melhoram a produtividade, concentração e humor.
  12. Melhoria da pele:Umedecendo o ar, as plantas melhoram a hidratação da nossa pele.
  13. Ajude a estudar:as plantas nos relaxam, o que aumenta o nível de concentração e aumenta a criatividade e a produção.
  14. Decorações naturais:decoram nossas casas de maneira natural e colorida.
  15. Reduzir o estresse:o relaxamento proporcionado pelas plantas ajuda a reduzir o estresse diário.

Recomendações de plantas para o escritório

Se você quiser aproveitar as plantas em seu trabalho, poderá escolher entre estas variedades:

  • Ficus
    Este belo arbusto pertencente à família Moraceae é perene, o que significa que dura o ano todo. Trará uma atmosfera de paz e alegria.
  • Kentia Palm
    É ideal para interiores porque não precisa de muita luz. Ela absorve facilmente gases tóxicos do ar, para que você sinta a diferença ao colocá-lo em uma área fechada.
  • Dracena
    É conhecida como “a planta da felicidade”. É perfeito para dar um toque estético ao seu trabalho, pois é muito marcante, colorida e perfumada.

E então? Que tal trazer mais verde para a sua casa com as plantas?

Como ser ecologicamente correto com seus pets

Como pais de pets é nosso trabalho garantir que o planeta seja saudável para nossos animais de estimação. Então, como você pode ajudar a diminuir os resíduos nocivos?

Veja as nossas dicas para um estilo de vida mais ecológico para você – e seu pet.

Limpe as fezes do seu animal de estimação com sacos biodegradáveis

Limpar os resíduos do seu animal de estimação pode ser desagradável, mas é vital para um ecossistema saudável. As fezes de animais podem transmitir doenças, poluir as vias navegáveis ​​e as zonas costeiras através do escoamento, resultando em um impacto adverso na vida selvagem.

Seja no seu próprio quintal ou quando você estiver passeando, certifique-se de pegar as fezes do seu animal de estimação – mesmo que o lixo esteja longe de áreas onde as pessoas possam passear.

Além disso, quando se trata de pegar cocô, opte por sacos biodegradáveis ​​- em vez de usar plásticos de uso único. Há muitas sacolas compostáveis disponíveis, feitas de fibras naturais e não sintéticas, que levam de três a seis meses para se decompor completamente.

Assim, opte por uma sacola feita com materiais vegetais que realmente se decompõem e jogue-a fora.

Fique livre de produtos químicos

Manter os animais limpos e com um cheiro agradável é uma prioridade para todos os proprietários. Só que muitos xampus, condicionadores e repelentes contêm produtos químicos que envenenam os animais. O escoamento ambiental e a poluição química também podem afetar rios e oceanos.

Experimente alternativas ecológicas, incluindo pentes para pulgas e extratos de citros, como D-limoneno e linalol para pulgas e carrapatos, ou qualquer um dos shampoos e sprays produzidos no mercado.

Menos plástico e eletrônicos

O rápido crescimento do mercado de brinquedos para animais de estimação levou a um aumento de brinquedos eletrônicos para cães e gatos, incluindo dispositivos conectados o dia todo para funcionar.

Embora possa ser tentador fornecer ao seu animal de estimação os melhores brinquedos, os brinquedos digitais não garantem diversão para o seu animal de estimação – e podem ter um custo ambiental. Do plástico necessário para fabricá-los, para a demanda de eletricidade alimentada por combustíveis fósseis, o impacto é substancial.

Opte por brinquedos feitos de materiais recicláveis ​​ou fibras naturais. Existem muitas empresas apaixonadas por brinquedos para animais, que são ecologicamente responsáveis.

 pets
Como ser ecologicamente correto com seus pets Foto – Pixabay

Compre de negócios menores

Em vez de comprar guloseimas, colares ou outros itens para seu animal de estimação de grandes empresas onde elas geralmente são produzidas em massa no exterior e precisam ser substituídas rapidamente, considere apoiar algumas empresas locais ou independentes.

Compre – ou faça você mesmo – alimentos para animais de estimação sustentáveis

Um estudo de 2017 descobriu que os 163 milhões de cães e gatos nos EUA consomem cerca de 25% do total de calorias do país derivadas de carne, contribuindo para emissões de gases do efeito estufa equivalentes a 13,6 milhões de carros.

É por isso que algumas empresas de alimentos para animais de estimação que contêm grilos e vermes moídos em vez de carne ou peixe, o que não é apenas ruim para os animais de estimação, mas também para o meio ambiente.

Lembre-se: a saúde do seu animal de estimação vem em primeiro lugar. Dietas cruas e guloseimas caseiras podem não ser o melhor para ele; portanto, consulte seu veterinário antes de fazer uma grande mudança na dieta de seu animal de estimação.

O seu veterinário pode até sugerir algumas alternativas naturais e saudáveis ​​quando se trata de marcas de alimentos embalados. Se você optar por comprar alimentos preparados ou enlatados para o seu animal de estimação, compre a granel e verifique se a embalagem é reciclável.

Use shampoo para animais não tóxico

Seja mais ecológico usando xampu orgânico e natural durante o banho. Certifique-se de que não seja tóxico e seja livre de corantes e parabenos – não só é melhor para a pele e o pelo do seu animal de estimação, como também garante que nenhum excesso de produtos químicos acabe indo pelo ralo e para o meio ambiente.

Faça sua pesquisa ou pergunte ao seu veterinário primeiro, porque muitas empresas anunciam seus produtos como “totalmente naturais” quando na verdade não são.

Faça mais caminhadas

Você provavelmente já sabe que nada deixa seu cão mais feliz do que uma boa caminhada. Também é uma ótima desculpa para pular as emissões de carbono do carro e levar seu filhote até a loja. Mesmo gatos e outros animais de estimação em ambientes fechados podem usar o tempo fora de casa de vez em quando, então saia para aproveitar o ar fresco e o sol.

pets
Como ser ecologicamente correto com seus pets Foto – Pixabay

Recicle

A reciclagem é uma ótima maneira de reduzir a quantidade de resíduos que acaba em aterros sanitários. Você sabia que pode reciclar a maioria dos recipientes de ração para cães?

Latas de alimentos, sejam de aço ou alumínio, geralmente podem ser jogadas diretamente na lixeira da calçada. Lave a lata primeiro para manter sua lixeira limpa e desencorajar a eliminação de pássaros ou outros animais selvagens.

Sacos de papel para alimentos para animais de estimação, bolsas de plástico e embalagens plásticas são mais uma área cinzenta, pois muitos são compostos de vários materiais. Verifique o código de reciclagem impresso na embalagem ou entre em contato com o programa de reciclagem local para perguntar o que eles aceitam.

Na mesma linha, lembre-se sempre de “Adote, Não compre” para ajudar a reduzir a superlotação em abrigos de animais.

Energia solar – conceitos básicos

Ver a energia do sol sendo aproveitada para produzir eletricidade através de painéis solares é algo que julgamos fascinante.

O sol é uma fonte inesgotável de energia, e seu uso para produzir eletricidade oferece vários benefícios, diminuição na conta de energia, criação de empregos, além de inúmeras melhorias para o meio ambiente, porque é uma fonte de energia limpa.

O sol, além de fornecer calor e luz, também causa o vento que sentimos aqui na Terra. Os ventos são criados quando várias camadas da atmosfera absorvem diferentes quantidades de calor e, portanto, se expandem de maneira diferente. Isso cria regiões de pressão mais baixa e mais alta, resultando em massas de ar que circulam no nível do solo e em altitudes mais altas.

A energia solar também é responsável por combustíveis fósseis, como petróleo e carvão. Essas substâncias são o resultado de grandes massas de matéria vegetal em decomposição, que durante sua vida útil absorveram energia solar. Os combustíveis fósseis são meramente reservas concentradas que esses materiais tinham enquanto estavam vivos.

Como ter acesso a energia solar?

Energia solar
Energia solar – conceitos básicos Foto – Pixabay

Existem várias possibilidades de ter acesso direto à energia solar fotovoltaica, tudo depende do uso que queremos oferecer (para nossas casas, escritórios, aplicações agrícolas e muito mais) e a opção financeira que melhor se ajusta ao nosso orçamento. Desta vamos nos concentrar nas duas modalidades mais populares para uso residencial (e em um post futuro discutiremos opções financeiras).

Perguntas frequentes sobre painéis solares

A energia solar tornou-se a fonte de energia renovável em maior crescente, com mais consumidores do que nunca optando por gerar sua própria energia elétrica.

Vamos responder algumas das mais comuns dúvidas deste tema, assim você vai descobrir que a energia solar pode ser a fonte certa de energia renovável para sua casa.

  1. O que é energia solar? A energia solar é a eletricidade gerada pelo uso da tecnologia fotovoltaica solar (PV), que transforma raios solares em energia elétrica limpa.
  2. Como funciona um sistema fotovoltaico solar? Os sistemas fotovoltaicos solares apresentam um conjunto de células que contêm um material fotovoltaico solar que pode converter a radiação do sol em eletricidade de corrente contínua (CC).Após essa geração em corrente contínua, normalmente, usa-se um conversor para corrente alternada para devolver excedente a rede da concessionária.
  3. Quantos painéis solares minha casa precisará? Quanto mais painéis solares você instalar, mais energia você irá produzir, isso é fato. Mas para definir quantos painéis são necessários é fundamental que o consumo do último ano seja avaliado juntamente com possíveis alterações de consumo na residência, tais como instalações previstas de condicionadores de ar, compra de freezer, novos moradores, enfim, qualquer alteração de consumo prevista deve ser comunicada a empresa que está te auxiliando neste processo de implantação.
  4. Como a energia solar beneficia o meio ambiente? É uma fonte renovável de energia; portanto, ao contrário do carvão e do petróleo, não vai acabar. Além disso, a energia solar é ecológica correta porque não gera gases de efeito estufa, não necessita de áreas alagadas para represas, entre outras inúmeras. As tecnologias de energia renovável ajudarão você a reduzir sua pegada de carbono, o que significa que você estará contribuindo pessoalmente com o meio ambiente.
  5. Preciso de bateria para o sistema solar? Caso opte pelo sistema off-grid (sem ligação com a rede da concessionária de energia) sim você necessitará de bateria para que possa ter energia nos momentos onde não tem raios solares. Mas atualmente os projetos praticados em sua maioria são os on-grid, ou seja, ligados à rede, e nestes você não necessita de bateria, a rede receberá o excedente de energia que sua instalação gera nos momentos em que tem raios solares e de noite você irá consumir a energia da concessionaria. Para isso seu relógio medidor irá mensurar toda energia que coloca na rede e toda energia que usa da rede, a cobrança será a diferença do utilizado menos o consumido mas a taxa mensal de manutenção da rede/instalação.

Um Guia de Vida Sustentável para Locatários e Inquilinos

Todos nós queremos fazer tudo o que pudermos para reduzir nossas pegadas de carbono e viver uma vida mais sustentável, mas isso pode parecer difícil, se não impossível, quando você não possui sua casa ou apartamento.

Pode parecer que as opções disponíveis para os proprietários simplesmente não existem para os locatários. Instalando isolamento, montando painéis solares ou substituindo suas janelas? Provavelmente não é uma opção para o seu apartamento alugado na cidade grande. Em geral, pode parecer que você não tem controle sobre o seu espaço quando está em uma situação de aluguel.

Sustentabilidade em ambientes para locatários e inquilinos

casa sustentável
Um Guia de Vida Sustentável para Locatários e Inquilinos Foto – Pixabay

Os inquilinos nas propriedades de aluguel têm pouco controle sobre a alteração do espaço em que vivem.

Quando se trata de sustentabilidade, no entanto, há muito que pode ser feito como locatário para reduzir o impacto no planeta e contribuir positivamente para a sociedade.

Certamente, os locatários podem não ser capazes de instalar energia solar ou viver completamente fora da rede, mas coletivamente, os esforços individuais, mesmo que pequenos, ainda representam uma grande diferença.

Esteja você alugando um quarto ou todo um imóvel para alugar, eis algumas dicas para ajudar você a ter uma vida mais sustentável.

  1. Mudar paralâmpadas economizadoras de energia – Mudar para lâmpadas economizadoras de energia das incandescentes padrão economiza de 25 a 80% no uso de energia.
  2. Atualize as instalações sanitárias– Considere mudar as cabeças dos chuveiros e pias para instalações de baixo fluxo. Esses equipamentos economizam o uso da água enquanto os hóspedes/locatários tomam banho ou usam a pia sem afetar a pressão da água.
  3. Escolha aparelhos com eficiência de energia– Embora possa ser proibitivo para os proprietários de apartamentos fazer isso casualmente, se você já estiver reformando a cozinha, o banheiro ou as instalações de lavanderia do seu apartamento, considere instalar aparelhos com economia de energia durante a reforma.
  4. Use suprimentos de limpeza naturais– considere comprar suprimentos de limpeza naturais ou à base de plantas (em vez daqueles feitos com produtos químicos agressivos) para manter seu apartamento e fornecer aos seus convidados.

5.Plante um jardim: As plantas da casa são um ótimo começo, mas você pode dar um passo adiante se tiver um quintal. Como sabemos, o plantio de árvores ajuda a converter todo esse CO2 em um ar doce e respirável. Além disso, se você iniciar uma horta, suas plantas poderão ajudar a alimentá-lo.

Vive em um apartamento? Um pequeno jardim de ervas da janela é um ótimo lugar para começar e pode parecer bonito para arrancar.

  1. Considere a compostagem: Para aqueles com espaço ao ar livre, considere uma caixa de compostagem para o desperdício de alimentos. Em vez de colocar as cascas de ovos e restos de vegetais na lixeira, colocá-las em um composto ajudará a reduzir o aterro e a gerar alguns fertilizantes importantes para alimentar suas plantas.

7.Invista em produtos mais ecológicos: Se você precisar comprar aparelhos para alugar, opte por modelos mais eficientes em termos de energia. Quando se trata de produtos de linha branca, como máquinas de lavar e geladeiras, o aparelho deve ser fornecido com um adesivo de classificação de eficiência de energia para ajudar você a entender quanta energia é consumida.

Há ainda outras ideias como:

Instale um chuveiro com eficiência de água

Um chuveiro eficiente em termos de água usa 40% menos água, o que economiza água, energia e dinheiro. A lei é ambígua se você pode ou não fazer isso sem a permissão do proprietário, portanto, mantenha o chuveiro original para poder reinstalá-lo quando se mudar, se necessário. A substituição gratuita de chuveiros antigos, com chuveiros que economizam água.

Colete água da chuva para o seu jardim

Desde um balde sob um buraco de ferrugem na calha até um barril de chuva grande e portátil da loja de ferragens local, existem muitas maneiras de os locatários economizarem água.

Também é visível que muitos locatórios querem morar em uma comunidade que tenha um impacto positivo no meio ambiente, uma construção construída com materiais recuperados, que reduz o consumo de energia e o desperdício.

Eles vivem vidas mais saudáveis, comprando produtos de origem local e se exercitando, meditando, tornando-se veganos e escolhendo produtos de comércio justo, apesar dos custos mais altos. Eles se sentem mais integrados à sociedade e isso leva à decisão de alugar em prédios verdes.

O tipo de mundo em que quero viver

O tipo de mundo onde buscamos viver não precisa ter tantas condições externas que influenciam o nosso modo de viver. Mas uma mudança de atitude perante a vida e os seus desafios já pode fazer a diferença.

  1. Procure amar, não controlar os outros.
    Deixar de buscar poder sobre as pessoas e os resultados de sua vida é o primeiro passo importante para viver em paz. Tentar controlar as pessoas é tentar impor sua vontade e realidade aos outros sem parar para ver o lado deles. Uma abordagem de controle dos relacionamentos manterá você em conflito com os outros. Substituir a vontade de controlar por uma abordagem ampla de amar os outros, incluindo suas falhas e diferenças, é o caminho para uma vida pacífica.
  2. Encontre sua paz interior

Pelo menos uma vez por dia, passe dez minutos em um local tranquilo, como debaixo de uma árvore com sombra ou no parque, em qualquer lugar onde você possa sentar-se em silêncio, sem distrações. Sem paz interior, você se sentirá em constante estado de conflito.

Tentar encher sua vida de posses ou melhorar sua escalada social sem parar para valorizar seu valor interior o deixará perpetuamente infeliz. Quando estiver com raiva, encontre um lugar calmo e agradável para parar, respire fundo e relaxe. Desligue a TV e o computador. Saia para a natureza, se possível, ou faça uma boa caminhada. Coloque uma música suave ou apague as luzes. Quando você se sentir calmo novamente, levante-se e continue com sua vida.

  1. Modere suas convicções.

Pensar e manter opiniões sem considerar os pontos de vista dos outros é uma maneira de viver uma vida sem paz. Esse tipo de pensamento extremista geralmente leva a um comportamento reativo, apressado e dirigido que carece do benefício da reflexão. Essa abordagem pode facilmente levar você a um conflito quando outras pessoas não concordam com suas convicções. Mantenha a mente aberta e pronta para revisar sua compreensão. É mais gratificante porque você crescerá como pessoa e viverá em maio harmonia com as pessoas a sua volta.

  1. Seja tolerante.

A tolerância em tudo o que você pensa e faz fará a diferença em sua vida e na vida dos outros ao seu redor. Tolerância para com os outros é apreciar a diversidade, a pluralidade da sociedade moderna e estar disposto a viver e deixar que outros vivam também. Quando você falha em tolerar as crenças, modos de ser e opiniões dos outros, o resultado final pode ser discriminação, repressão, desumanização e, finalmente, violência.

  1. Seja paz
mundo
O tipo de mundo em que quero viver Foto – Pixabay

Uma pessoa pacífica não usa violência contra outra pessoa ou animal (que também inclui pequenos insetos desagradáveis). Embora exista muita violência neste mundo, escolha não deixar que a morte e o assassinato façam parte da sua filosofia de vida.

  1. Reflexão do pensamento.

Se alguém lhe machucar física ou mentalmente, não reaja com raiva ou violência. Pare e pense. Reflita e responda sem raiva. Ou fique em silêncio.

  1. Busque perdão, não vingança.

Viva o presente, não o passado. Pensar naquilo que deveria ter sido e reviver feridas passadas manterá viva a negatividade do passado e trará constantes conflitos internos. O perdão lhe permite viver no presente, olhar para o futuro e deixar o passado se acalmar suavemente. O perdão é a vitória final, porque permite que você aproveite a vida novamente, fazendo as pazes com o passado.

  1. Viva em alegria.

Escolher ver as maravilhas do mundo é um antídoto para a violência. É difícil ser violento contra aquilo que você considera bonito, maravilhoso, maravilhoso e alegre. O maior desespero decorrente das guerras vem da destruição da inocência, beleza e alegria. A alegria traz paz à sua vida, porque você está sempre preparado para ver o que é bom nos outros e no mundo, e ser grato pelos aspectos maravilhosos da vida.

  1. Seja a mudança que você deseja ver no mundo.
mundo
O tipo de mundo em que quero viver Foto – Pixabay

A violência começa com a aceitação de sua possibilidade como solução. É dentro de si que você precisa parar a violência e tornar-se pacífico. Mude-se antes que você possa mudar o mundo. No final das contas, viver em paz será sua própria escolha consciente. Você é livre para escolher seu próprio caminho, mas, seja lá como for, lembre-se de que todas as suas ações afetarão as pessoas ao seu redor.

  1. Acalme sua mente

Seja uma pessoa experiente da paz ou um jovem aspirante a fazer uma mudança, é sempre bom começar por si mesmo. Acalmar sua mente irá ajudá-lo a ser mais paciente. Ajudará você a estar presente para aqueles que mais precisam de você. Isso ajudará você a se envolver com pessoas desafiadoras. Vai aprimorar sua intuição. Isso permitirá que você modere sentimentos de raiva e outras emoções fortes quando elas surgirem. Isso lhe dará mais informações para analisar questões complexas associadas a conflitos e desigualdades. Isso o ajudará a ser mais focado e criativo em seus esforços para construir a paz.

  1. Simplifique sua vida

Viver uma vida simples ajudará a limpar sua mente. Você terá menos distrações e poderá concentrar-se em encontrar maneiras de resolver um problema (ou assuntos) de seu interesse. Isso o ajudará a viver sua vida com intenção. E com um estilo de vida minimalista, você reduzirá sua pegada de carbono. Isso é um bônus!

Essas foram algumas ideias que você pode considerar.  Deixe de lado compromissos sociais que não são significativos para você. Aprecie as coisas simples da vida. Desapegue-se da ideia de que você precisa estar “ocupado”. Reduza a desordem física e mental, deixe as distrações desaparecerem e foque no que é importante para você

Abrace o tempo quieto. Observe suas emoções. Passe algum tempo na natureza. Esteja atento ao seu consumo de mídia. Respire. Encontre e use práticas contemplativas que funcionem para você

Como promover sua marca ética e ecológica online

Como empresa de impacto você precisa de uma estratégia ética de marketing para aumentar a conscientização, as vendas e o impacto necessário para dar visão a sua marca.

Agora é hora de contar ao mundo sobre sua oferta para atrair seus clientes e causar o impacto positivo que a empresa oferece.

Para realmente trazer mudanças, os proprietários de marcas éticas precisam sair da zona de conforto e se tornar líderes de sua causa. Uma estratégia de marketing também pode auxiliar, além de um posicionamento claro e conciso no mercado.

Importância de se posicionar no mercado

marca ecológica
Como promover sua marca ética e ecológica online Foto – Pixabay

A venda de produtos mais éticos e sustentáveis ​​ ajudará a mudar a maré do consumo em massa e encorajará mais empresas a operar nesse sentido.

É claro que não temos mais o luxo de ignorar práticas sustentáveis ​​e soluções de mudança climática.

As tendências mostram que os consumidores não têm mais paciência com marcas que não estão focadas em negócios mais éticos.

Os governos de todo o mundo, embora lentamente, estão reconhecendo a importância de práticas comerciais responsáveis ​​que, no mínimo, não prejudicam o meio ambiente.

Infelizmente, a maioria das marcas considera a sustentabilidade ambiental muito além de uma oportunidade de comercializar e reter o público jovem de consumidores.

A geração do milênio e a geração Z agora têm as ferramentas e informações para espalhar a palavra sobre a sustentabilidade de uma marca, e eles têm o talento de escolher se uma marca é intrinsecamente sustentável ou se a está usando apenas como uma palavra da moda.

Construir uma marca sustentável em todos os níveis agora é um requisito se você deseja criar uma imagem positiva com o público.

Como construir uma marca sustentável

marca ecológica
Como promover sua marca ética e ecológica online Foto – Pixabay

Construir uma marca sustentável requer uma abordagem diferente das empresas comuns. O planejamento é a única maneira de garantir uma transição suave.

Se você está começando do zero, o processo de planejamento é de vital importância para a adoção de medidas eficazes. Vamos aos passos:

O que você oferece

Uma luz orientadora importante em seus futuros processos comerciais é entender e reconhecer por que sua marca está alinhada com práticas sustentáveis.

Saber como sua marca se encaixa no espaço da sustentabilidade e o que ela oferece é essencial para criar uma ideologia coerente. Depois de descobrir exatamente por que sua marca é sustentável, você pode usar esse conhecimento como alavanca ao atrair investidores e clientes.

Trabalhando com clientes

Mantenha um ouvido atento e ouça o que seus clientes estão pensando. Atender a essas preocupações é uma maneira inteligente de induzir a lealdade à marca e aumentar o envolvimento.

Por exemplo, uma cafeteria pode achar que os clientes se preocupam com grãos de café de origem ética. A busca por esse objetivo deve ser compartilhada com os clientes.

Para esta etapa, é importante saber para quem você está vendendo. Depois de identificar seu público-alvo, vá até os espaços que eles ocupam para descobrir o que eles estão preocupados.

 Identificar áreas-chave

Encontre algumas áreas essenciais para o seu negócio e crie estratégias para torná-las totalmente sustentáveis. Seguindo o mesmo exemplo, o proprietário da cafeteria pode identificar compras e descarte de resíduos como áreas importantes que mais se beneficiarão por serem sustentáveis. Um passo adiante seria tornar todas as lojas da marca projetadas para ter uma pegada de carbono zero.

 Estratégia de conteúdo

Use a criatividade para criar estratégias de marketing autênticas que comunicarão sua missão e projetos de sustentabilidade ambiental da melhor maneira possível com seu público. Seu público-alvo terá sua própria maneira de consumir conteúdo e você deve entrar em contato com eles nessas plataformas.

Marcas comprometidas com o meio ambiente

marca ecológica
Como promover sua marca ética e ecológica online Foto – Pixabay

Eco-friendly’ é uma palavra-chave cada vez mais popular que agora é usada para vender todos os tipos de bens e serviços – e, como resultado, o mercado de produtos sustentáveis ​​está se tornando cada vez mais lotado.

Então, como você pode garantir que seu negócio ecológico se destaque dos seus concorrentes? O mercado de produtos ecológicos está crescendo a cada dia.

Portanto, se políticas e produtos sustentáveis ​​estão no centro de tudo o que você faz, faz sentido colocá-los também na frente e no centro de suas campanhas de marketing digital. Mas é importante projetar uma estratégia de sucesso que fará com que seus negócios ecológicos sejam notados online.

Identifique seu negócio

Por que os consumidores éticos devem comprar com você? A resposta a essa pergunta formará a base de toda a sua estratégia de marketing, por isso é importante acertar e ser o mais específico possível.

Portanto, inicie sua campanha identificando pontos ecológicos e políticas sustentáveis ​​você se concentrará em seu marketing.

Por exemplo, você tem o cuidado de obter materiais orgânicos de Comércio Justo para seus produtos ou se esforça para oferecer políticas éticas de trabalho ou comércio?

O mais importante é que seus valores são autênticos e sinceros, ou podem haver imprevistos – como McDonalds aprendeu da maneira mais difícil. O varejista de fast food tentou capitalizar as mudanças de hábitos dos consumidores trocando seus canudos de plástico por papel, apenas para ser agredido na imprensa e nas mídias sociais quando foi revelado que seus novos canudos “ecológicos” nem eram recicláveis.

Claramente, os clientes estão se tornando muito mais experientes no que diz respeito ao marketing sustentável, por isso é absolutamente essencial que quaisquer valores usados ​​para promover seus produtos sejam um reflexo genuíno do foco da empresa.

Mas, supondo que você esteja comprometido com políticas ecológicas, ele deve fornecer uma base sólida para sua campanha.

Os melhores utensílios de cozinha não-tóxicos para inserir em seu dia a dia

O fato de a qualidade de nossos alimentos afetar diretamente nossa saúde e bem-estar é inquestionável.

Certamente, a parte mais importante de comer boa comida é comprar ingredientes de qualidade. Ao mesmo tempo, as ferramentas que usamos para preparar nossos alimentos podem ter um enorme impacto em como é saudável.

Ou seja, acreditamos que devemos ter bastante cuidado para não contaminar nossos alimentos com toxinas enquanto os cozinhamos.

Escolha de bons utensílios na cozinha

utensílios de cozinha
Os melhores utensílios de cozinha não-tóxicos para inserir em seu dia a dia Foto – Pixabay

Sabe-se que o plástico libera toxinas nos alimentos e, como é onipresente, embarcamos em uma missão de desintoxicar nossa cozinha da maioria dos itens de plástico.

As principais razões pelas quais queremos reduzir, se não, remover completamente o plástico de nossos utensílios de cozinha são:

  • Eles são geralmente aquecidos. O calor faz com que as toxinas lixiviem mais facilmente das panelas para os alimentos.
  • Eles são usados ​​repetidamente para que sejam arranhados facilmente, o que libera as toxinas que estavam originalmente trancadas no plástico quando estavam inteiras.
  • Eles são geralmente usados ​​com alimentos molhados.  A umidade (água, óleos ou os sucos dos alimentos) pode transportar toxinas dos utensílios de plástico para os alimentos.

Se você é seletivo sobre de onde vem e como a comida é produzida, os itens essenciais para uma cozinha saudável devem estar no topo da sua lista.

Uma pequena adição ou uma troca simples pode transformar qualquer cozinha em um espaço alimentar mais ecológico e consciente da saúde.

Nossa lista principal de ferramentas de cozinha inclui os melhores pequenos aparelhos, utensílios de cozinha e alguns aparelhos práticos para tornar as refeições mais saudáveis ​​e fáceis.

As panelas antiaderentes, alumínio e até cobre tornaram-se preocupantes nos últimos anos devido à sua tendência a deixar vestígios de produtos químicos e metais nos alimentos.

Como escolher bons produtos de cozinha?

utensílios de cozinha
Os melhores utensílios de cozinha não-tóxicos para inserir em seu dia a dia Foto – Pixabay

Existem tantos tipos de utensílios de cozinha que parece até impossível escolher um produto. Ao escolher um tipo de utensílio de cozinha, reduza-o fazendo as seguintes perguntas:

Como ele precisa ser limpo?

Os utensílios de cozinha precisam ser limpos cuidadosamente toda vez para evitar o acúmulo de bactérias e reduzir o risco de doenças transmitidas por alimentos.

Os utensílios de cozinha “mais seguros” do mundo ainda podem deixá-lo doente se não forem limpos corretamente.

As necessidades de limpeza e cuidados podem ser ligeiramente diferentes para as panelas, dependendo de seus materiais. Verifique se você sabe o que é necessário para poder decidir se vale a pena.

Ele aguenta o uso diário?

Nem sempre podemos investir em utensílios de cozinha duráveis ​​e de alta qualidade, e está tudo bem. Às vezes, você só precisa de alguns potes e panelas acessíveis para passar por uma temporada em que o dinheiro é escasso.

Você pode reduzir o desgaste das suas panelas para ajudar a durar um pouco mais, combinando-as com os utensílios de cozinha certos.

Um exemplo são espátulas de madeira e colheres de cozinha. Utensílios de cozinha de madeira podem reduzir as chances de arranhar os revestimentos antiaderentes.

Existem riscos à saúde baseados em evidências?

Essa é a grande questão e pode variar de acordo com sua perspectiva e histórico de saúde. Se você sabe que possui uma sensibilidade ao níquel, opções de panelas “mais seguras”, como aço inoxidável e cobre, podem não funcionar para você.

Para pessoas que têm uma condição de saúde chamada hemocromatose, o ferro fundido não é uma boa opção, pois o ferro extra que ele adiciona aos alimentos pode levar a excesso de ferro em seu sistema.

Panelas e frigideiras podem representar um risco significativo de desperdício ambiental, tanto pela forma como são produzidas quanto pelo fato de que muitas não se sustentam bem e são equiparadas a lixo não biodegradável após alguns usos.

A compra de produtos de empresas que são transparentes sobre os processos de fabricação pode custar mais, mas provavelmente fornecerá um produto que durará por muito mais tempo.

Mas não é necessário querer comprar um kit novo para a sua cozinha. Você pode começar aos poucos. Por exemplo, substituindo os potes de plásticos pelos de vidros. E nem é necessário sair comprando os potes de vidro. É possível reutilizar de outros produtos.

ARMAZENAMENTO DE ALIMENTOS SEM PLÁSTICO

utensílios de cozinha
Os melhores utensílios de cozinha não-tóxicos para inserir em seu dia a dia Foto – Pixabay

Jogue esses recipientes de plástico de uma vez por todas e substitua-os por alternativas mais seguras e sem desperdício.

Os recipientes de armazenamento de vidro não apenas fornecem armazenamento mais seguro para todos os seus alimentos, como também oferecem um excelente visual do que está dentro.

Os frascos de vidro são relativamente baratos (podem ser comprados por uma dúzia), fáceis de limpar e podem armazenar qualquer coisa, de sementes, farinhas e nozes a sopas, ensopados e frutas frescas.

Se você estiver usando recipientes de vidro para armazenamento congelado, deixe espaço suficiente na parte superior para que os líquidos se expandam e selecione aqueles que são seguros para o congelador e têm uma boca larga para facilitar a remoção ao aquecer.

UTENSÍLIOS DE COZINHA SEM PLÁSTICOS

Uma boa colher de pau é sempre bem vinda. Ao contrário das de plástico ou metal, os utensílios de cozinha de madeira funcionam em todas as superfícies. São seguros com todos os alimentos.

Optar por material de bambu também é uma boa opção. O bambu não é apenas mais sustentável do que outras madeiras duras e duráveis, como o bordo e a faia, mas suas propriedades antimicrobianas também ajudam a mantê-lo livre de bactérias.