Economia circular: entenda o que é e como funciona

Promover a transição para uma economia circular como alternativa ao atual modelo econômico linear. Mas o que exatamente é a economia circular? Quais são as razões e vantagens que impulsionam essa mudança?

O atual modelo de produção e gestão de recursos, bens e serviços que busca promover o consumo no curto prazo está colocando o planeta em uma situação insustentável.

O que é economia circular?

Um termo já vem alguns anos ganhando destaque: economia circular. Economia circular é uma expressão usada para se referir a uma economia capaz de se regenerar. Na natureza, não há lixo ou aterros sanitários: todos os elementos cumprem uma função continuamente e são reutilizados para uso em diferentes estágios

Na realidade, não estamos falando de nada de novo, pois a economia circular nada mais é do que imitar os processos que ocorrem naturalmente em nosso planeta: matéria e energia são continuamente transformadas e não há resíduos como tais, pois o que para um componente do sistema é desperdício; para outro, pode ser matéria-prima.

Existem muitos exemplos na natureza como ciclos biogeoquímicos ou processo de decomposição de folhas caídas de árvores que acabam devolvendo nutrientes e matéria orgânica à terra.

Por que optar pela economia circular?

 

Economia circular
Economia circular: o que é e vários exemplos Foto – Pixabay

 Tomando como exemplo o modelo cíclico da natureza, a economia circular é apresentada como um sistema de uso de recursos onde prevalece a redução dos elementos. E não é nada muito radical.

Por exemplo, minimizar a produção ao mínimo necessário e, quando for necessário usar o produto, apostar na reutilização dos elementos que, devido às suas propriedades, não podem retornar ao ambiente.

Em outras palavras, a economia circular defende o uso dos materiais mais biodegradáveis possíveis na fabricação de bens de consumo – nutrientes biológicos – para que eles possam retornar à natureza sem causar danos ao meio ambiente, esgotando sua vida útil.

Nos casos em que não é possível usar materiais ecologicamente corretos – nutrientes técnicos: componentes eletrônicos, metais, baterias … – o objetivo será facilitar um simples desacoplamento para proporcionar uma nova vida, reincorporando-os ao ciclo de produção e compondo uma nova peça. Quando isso não for possível, será reciclado de maneira ecológica.

Economia circular: Por que empresas estão adotando?

 Diferentemente de outros modelos econômicos em que o aspecto econômico prevalece sobre o social ou ambiental, a economia circular representa uma melhoria comum substancial para empresas e consumidores.

As empresas que implementaram esse sistema estão provando que reutilizar recursos é muito mais lucrativo do que criá-los do zero. Como consequência, os preços de produção são reduzidos, diminuindo o preço de venda, beneficiando assim o consumidor; não apenas economicamente, mas também social e ambientalmente.

Por isso é que a economia circular traz inúmeras vantagens. Aqui estão algumas:

  • As empresas que partem dos princípios da economia circular reduzem seus custos de produção porque, entre outras coisas, menos matérias-primas são usadas.
  • A diminuição no uso de matérias-primas protege o meio ambiente e está comprometida com a sustentabilidade.
  • Ao reduzir os custos de produção, o preço dos produtos também é reduzido e a pessoa que consome também economiza e contribui para o cuidado do meio ambiente natural.

Alguns exemplos práticos ajudam a exemplificar a economia circular.

  • Garrafas que se transformam em tapetes e painéis de carro. A reciclagem é uma das bases da economia circular. Cada vez mais empresas estão dedicadas à reciclagem de garrafas de PET após consumo e as transformam em diversos produtos, como esteiras e painéis de instrumentos para automóveis ou embalagem.
Economia circular
Economia circular: o que é e vários exemplos Foto – Pixabay

Pneus que se transformam em sapatos. Outro exemplo é o aproveitamento de pneus para fabricar diversos produtos, como sapato, por exemplo. 

  • Construção sustentável de casas e escritórios. Há também empresas que constroem casas e escritórios a partir de módulos de madeira fresada que duram a vida inteira.
  • Decoração com resíduos eletrônicos e plásticos. Algumas empresas que estão aproveitando dispositivos eletrônicos ou produtos de construção para auxiliar na decoração.

Em que princípios se baseia a economia circular?

Economia circular
Economia circular: o que é e vários exemplos Foto – Pixabay

Para entender a importância da economia circular, devemos primeiro considerar alguns dos problemas que a humanidade está enfrentando agora.

Uma das questões mais relevantes desses anos é certamente o superaquecimento da atmosfera causado pelo CO2 emitido principalmente para produção de energia, atividade industrial e transporte.  Por isso, a importância da economia circular.

Para implementar essa transformação ecológica, será essencial revisar as várias etapas da produção. A adoção de um modelo de economia circular significa revisar os mecanismos de criação do produto, desde o design, a produção e o consumo, até o final do ciclo de vida do produto, com vistas a economizar recursos, energia e perdas.

O que é jogado fora no decorrer da vida cotidiana ou na realização de atividades industriais terá que ser reinserido no ciclo de produção. Como já acontece na natureza, tudo deve poder ser reutilizado e regenerado. Os resíduos devem ser transformados em uma segunda matéria-prima